Heroínas do lar

Publicação: 20/01/17
O espetáculo “Violetas” está de volta aos palcos para uma pequena temporada neste fim de semana, sábado e domingo, às 19h, na Casa da Ribeira. A peça conduzida pela atriz Mayra Montenegro, com direção de Raquel Scott Hirson, é um libelo pela liberdade feminina. O texto busca dar voz às guerreiras anônimas, sonhadoras solitárias, que dedicaram suas vidas aos filhos e maridos e não puderam realizar outros sonhos.
Mayara Montenegro apresenta seu libelo pela liberdade feminina
O fio condutor é a história da avó de Mayra, dona Wilma, que com o seu exemplo de vida inspirou toda a pesquisa. A peça lança perguntas: quem foram/são essas guerreiras do lar? Sonhadoras anônimas que realizam cotidianos atos de amor/heroísmo? Como remendar a própria alma? Como ser esteio durante toda a vida, sem esquecer de viver?

A partir de dona Wilma, outras tantas mulheres ganham vez e voz na trama da peça. A pesquisa/espetáculo parte da metodologia da mímesis corpórea e vem propor uma reflexão sobre o papel através de testemunhos, observações e descobertas. O objetivo é construir uma reflexão sobre memória, esperança, amor e lealdade. O figurino é de João Marcelino. Essa é a história da vovó Wilma, mas também é a história da Neuma, Rosilda, dona Maria, tia Santinha, Mayra, Eleonora e de tantas outras.

Serviço:
Violetas. Sábado e domingo, às 19h, na Casa da Ribeira. Entrada: R$16 (preço único). Tel.: 3211-7710.

Clima no ‘Pereirão’ ainda era tenso nesta quinta-feira

Publicação: 20/01/17
O preso morto durante rebelião, na noite da última quarta-feira (18) na Penitenciária Desembargador Francisco Pereira da Nóbrega "O Pereirão", foi identificado como Mateus Murilo da Silva, de 20 anos, natural de Currais Novos/RN. Ele cumpria pena por tentativa de homicídio. Mateus foi assassinado com uma cutilada de objeto perfuro-cortante, de acordo com o Instituto Técnico e Cientifico de Polícia (Itep/RN). Outros sete presos ficaram feridos. Na manhã de ontem, o clima ainda era tenso.

#SAIBAMAIS#Os presos do Pavilhão "B" do presídio de Caicó, voltaram a ocupar o telhado do presídio, pela manhã, mas, não demorou e eles desceram.  A cidade de Caicó -  distante 286km de Natal - também registrou, além da rebelião no 'Pereirão', ataques a carros e prédios públicos, entre os quais a garangem da Secretaria Municipal de Saúde, onde três carros foram incendidados. Um deles, é usado para fazer o transporte de pacientes que fazem hemodiálise.

Na manhã de ontem (19), a secretária Sandra Brilhante lamentou o ataque e disse que está alugando um carro para conduzir os pacientes com problemas renais. O prefeito Robson Araújo, esteve pela manhã em reunião com o comandante do 1º Batalhão de Engenharia de Construção de Caicó para solicitar que todos os veículos pertencentes ao Município sejam guardados dentro da unidade. O Coronel Cardoso, concordou.

Segundo informações da prefeitura, veículos da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte - UERN e do Instituto Federal de Educação (IFRN) também serão guardados no 1º BEC. O prefeito Robson Araújo disse que montou um grupo de gestão para monitorar possíveis ataques criminosos em Caicó nos próximos dias, tendo em vista a tensão no sistema penitenciário do RN. (Sidney Silva)

MPRN define momento como “o mais agudo” no RN

Publicação: 19/01/17
O procurador geral de Justiça, Rinaldo Reis, lembrou que esse é o momento mais agudo da crise do sistema carcerário, com a guerra de facções e chacina de presos, mas que desde março de 2015 Alcaçuz está fora de controle, com os apenados fora das celas e fortalecimento das lideranças das facções criminosas. “Aqui no RN se teve toda a condição para que essa guerra acontecesse”, assinalou.

#SAIBAMAIS#O procurador geral cobrou medidas efetivas pelo Poder Executivo. “O MP apoia todas as medidas para a análise de processos e diminuição da população carcerária, mas o que irá resolver a crise será quando o Estado resolver investir e buscar soluções efetivas para recuperar o controle sobre o sistema carcerário”. Ele pediu prioridade aos juízes para o julgamento de Ações Civis Públicas que cobram melhorias do sistema prisional e que podem dar respostas a crise, atacando as suas causas.

O arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, afirmou que a crise é mais do que grave e que não se sabe qual será o seu desfecho. Ele cobrou a implementação da triagem de presos, o restabelecimento do regime semiaberto, e a discussão de uma agenda de desencarceramento no país. “Temos o direito de sonhar com uma pátria humana, que provenha dignidade a todos”, ressaltou o líder católico.

O presidente da OAB-RN, advogado Paulo Coutinho, apontou que a superlotação dos presídios impede a triagem de presos de acordo com seu grau de periculosidade e que isso favorece a arregimentação de presos de menor potencial ofensivo para as facções criminosas. “Ele não são convidados a fazer parte de uma facção, mas obrigados, sob pena de retaliações sobre eles ou suas famílias”.

O vice-presidente Gilson Barbosa defendeu que as mudanças no sistema penal dependem também de uma atualização da legislação penal e processual penal brasileiro, afirmando que o Judiciário também precisa se modernizar.

O defensor público Marcos Alves afirmou que a Defensoria identificou um gargalo quanto ao julgamento de presos provisórios no interior do Estado e que o esforço concentrado poderá ajudar a desafogar as unidades da região metropolitana de Natal.

Confira os destaques da TV para esta terça-feira

Publicação: 18/01/17
Episódio inédito da minissérie  Cidade dos Homens | Globo, 22h30
‘Cidade dos Homens’ é escrita por George Moura e Daniel Adjafre, com direção de Pedro Morelli e coprodução da O2 Filmes. No episódio, entre laudos médicos e pensamentos vagos, Laranjinha (Darlan Cunha) fica apreensivo. Quanto mais os dias passam, mais ele percebe que a cura de filho Davi (Luan Pessoa), que tem um grave problema no coração, está cada vez mais distante. Os amigos conversam e Acerola (Douglas Silva) tenta dar esperança ao parceiro.

Destino Educação visita a escola La Cecilia, na Argentina | TV Futura, 14h
Neste episódio, conhecemos a Escuela de La Nueva Cultura La Cecilia, localizada na cidade de Santa Fé, Argentina. Trata-se de uma escola privada que atende hoje a cerca de 120 alunos, abrangendo os Ensinos Infantil, Fundamental e Médio. A proposta inovadora surgiu como iniciativa de um grupo de pais, que buscavam uma educação diferente, desejando contribuir para um mundo melhor através da educação. O sistema educativo é baseado na tradição das escolas democráticas da América Latina.

Mestre Laurentino na série Visceral Brasil
Tv Brasil/TVU, 22h

Considerado um dos maiores incentivadores do ritmo regional, Mestre Laurentino é o destaque do segundo episódio da série Visceral Brasil, as veias abertas da música. Nascido em Ponta de Pedra, na Ilha do Marajó, e criado em Belém, o artista foi "descoberto" durante uma pesquisa do antropólogo Hermano Vianna e teve a música "Lourinha Americana" gravada por Gilberto Gil. Mestre Laurentino produziu centenas de fitas cassetes gravadas no quintal de sua casa, com uivados de cachorros, papagaios, galinhas.

Ingrid Guimarães grava websérie no Saara
GNT/Youtube

Para aquecer a nova temporada do ‘Além da Conta - Caindo na Real’, a atriz Ingrid Guimarães invadiu o Saara, no Rio de Janeiro, com quatro meninas que bombam na internet, e que competiram entre si na arte da pechincha em busca de novos looks. Esse encontro vai resultar na websérie “Desafio Além da Conta”, que terá quatro episódios exibidos no canal Moda e Beleza do GNT no Youtube. Ingrid dividiu as convidadas em duplas e propôs um desafio: montar looks completos, com roupas compradas no Saara.

O lúdico universo de Desventuras em Série
Netflix

A Netflix lança o vídeo inédito sobre os bastidores de Desventuras em Série , que estreou nesta sexta-feira, dia 13 de janeiro. Com depoimentos do produtor executivo e diretor Barry Sonnenfeld, do autor dos livros e também produtor executivo Daniel Handler, do ator Neil Patrick Harris, da atriz Malina Weissman, do ator e narrador da história Patrick Warburton, e da maquiadora Rita Ciccozzi, o featurette conta um pouco mais sobre a construção do universo apresentado na série.

Itep identifica corpos das quatro primeiras vítimas da rebelião de Alcaçuz

Publicação: 16/01/17
O Instituto Técnico-Científico da Polícia (Itep) já realizou a identificação dos quatro primeiros corpos dos detentos mortos na rebelião que aconteceu na penitenciária de Alcaçuz no último sábado (14). Os corpos de Jefferson Pedroza Cardoso, Anderson Barbalho da Silva, George Santos de Lima e Diogo de Melo Ferreira foram identificados através necropapiloscopia, exame de comparação das impressões digitais.
Itep ampliou estrutura de pessoal para fazer necrópsia de corpos de detentos de Alcaçuz
#SAIBAMAIS#Conforme foi anunciado pela direção do órgão na manhã de hoje (16), a identificação, que começou por volta das 15h, deve ser feita em etapas em função do grande número de vítimas. Quatro corpos estão sendo transportados por vez do caminhão frigorífico para o Instituto, onde os cadáveres passarão pelos exames de necropapiloscopia, arcada dentária e DNA.

Em seguida, as informações coletadas são cruzadas com o banco de dados do Itep para identificar as vítimas. Por último, os familiares são chamados para liberarem os respectivos corpos.

Três dos quatro corpos identificados já foram liberados e um permanece no Itep por falta de funerária. A mulher de uma das vítimas, Bete Sena, 20 anos, afirmou que conversou com a equipe de assistência social do Itep para repassar características do companheiro, Diego de Melo Ferreira, morto no confronto.

Ela conta que soube da morte do companheiro através de colegas de presídio. Diego, que cumpria sete anos e onze meses de prisão em Alcaçuz, teve a pena convertida para o semiaberto em fevereiro de 2015. Porém, a decisão não foi cumprida.

"Ele conseguiu duas cartas de guia mas, mesmo assim, não transferiram ele para o semiaberto", explica Bete, que também afirmou entrar na justiça contra o Estado pela morte do companheiro.