Vida atribulada

Publicação: 23/06/18
Enquanto deu vida ao protagonista Benjamin, de “Apocalipse”, Igor Rickli teve uma rotina de trabalho bastante corrida. Viver um dos papéis centrais do folhetim rendeu diversas horas em estúdios e uma enorme quantidade de textos para decorar. No entanto, o ator de 34 anos conseguiu encarar o atribulado dia a dia de gravações ao se escorar em suas experiências passadas. “Já vivi outros protagonistas e a rotina é sim muito mais puxada porque nós temos um volume muito grande de cenas para gravar e de estudos para as próximas. Mas é muito mais prazeroso porque você não tem tempo ocioso e isso é muito bom”, avalia ele, que interpretou seu primeiro mocinho na trama de Vívian de Oliveira. “Foi um trabalho muito gostoso. O Benjamin mostrou para o público um outro lado meu. Eles estão acostumados a me ver como vilão nas novelas, só me viram como Jesus no teatro, então foi muito bom”, completa.

O ator Igor Rickli viver o protagonista Benjamin em Apocalipse
                                O ator Igor Rickli viver o protagonista Benjamin em Apocalipse

Em alguns momentos da exibição, “Apocalipse” sofreu com os baixos índices de audiência e repercussão negativa. Porém, para o ator, é normal uma produção oscilar ao longo dos meses. “Faz parte de todo projeto receber críticas e ter as baixas de audiência. O importante é que toda a equipe se dedicou muito e entregou um excelente trabalho no final”, valoriza. Durante as gravações, Igor enfrentou diversas cenas de luta, briga e com efeitos especiais, que reproduziam as catástrofes abordadas na história. Entre as sequências que mais o marcaram está o momento em que Benjamin mergulha nas águas do mar. “Foi muito emocionante porque, inicialmente, ele era ateu e, naquele momento, expressou a sua fé e se entregou a Deus. Assim que a cena foi ao ar, recebi inúmeras mensagens de telespectadores que também se emocionaram e me parabenizaram”, lembra.

Alta velocidade
A Copa do Mundo da Rússia é o principal assunto da programação da Globo. Porém, neste domingo, a emissora abre espaço para exibir um especial do “Grande Prêmio da França de Fórmula 1”. A narração será de Sergio Mauricio e comentários, de Reginaldo Leme e Luciano Burti. Neste sábado, o “Jornal Hoje” mostra a definição do “grid” de largada da prova.

Terra dos casamentos
Em novelas, geralmente, casamentos são reservados para os momentos finais. Porém, em “Deus Salve o Rei”, os enlaces amorosos são uma constante. Neste sábado, dia 23, Catarina, vivida por Bruna Marquezine, finalmente conseguirá subir ao altar com Afonso, de Romulo Estrela. “Afonso ficou sem saída. Casar com Catarina é única forma de ele conseguir o empréstimo para reerguer Montemor e Artena”, explica o autor Daniel Adjafre. A decisão mexerá com o relacionamento de Amália, de Marina Ruy Barbosa, com o monarca. Afonso garante que tudo não passará de um acordo para conseguir a aprovação do empréstimo para recuperar o reino. Porém, a ruiva não se conformará com a união de seu amor e sua maior inimiga.

Dupla janela
O “SóTocaTop”, programa comandado por Fernanda Souza e Luan Santana na Globo, também será exibido no Multishow. A produção irá ao ar nas sextas no canal fechado. A dupla de apresentadores recebe artistas de diversos gêneros e estilos, reunindo em seu palco o que é mais ouvido pelo público nas rádios e também na internet através de “rankings” semanais dedicados exclusivamente aos sucessos da música nacional. O programa abrirá também espaço para novidades e lançamentos de quem está despontando no cenário musical.

Foi bem
Para o bom desempenho de Emílio Dantas em “Segundo Sol”. Como o protagonista Beto/Miguel, o ator fortalece uma sequência de bons trabalhos e apresenta uma das atuações mais sólidas da atual novela das nove.

Foi mal  
Para a boba participação de Paula Fernandes em “Deus Salve o Rei”. Apagada em cena, a cantora, que interpreta a princesa Beatriz, foi apenas uma tentativa fraca de chamar a atenção do público para a novela das sete.


Eterna construção

Publicação: 22/06/18
Ao integrar o elenco de “Segundo Sol”, Caco Ciocler se viu constantemente diante de dúvidas e incertezas. Em um primeiro momento, isso poderia ser um problema. Porém, para o ator de 46 anos, desconhecer alguns caminhos da personalidade de seu personagem foi bastante instigante. “Não posso falar que o Edgar é um mocinho ou um vilão. O legal desse papel é que não é nada chapado. Nas histórias do João Emanuel (Carneiro) ninguém é bom ou mau simplesmente. As discussões propostas não são rasas e casam com o atual momento do país”, explica. Na novela das nove, Edgar é o herdeiro da família Athayde. Criado como filho único de Claudine, papel de Cássia Kis, o empresário é, na verdade, fruto de um caso de seu pai com a empregada da casa. “É um dos meus trabalhos mais difíceis. É um papel cheio de contrastes. Ao mesmo tempo em que o Edgar é mimado e fraco de caráter, ele também é um cara sensível. Estou tendo de me esforçar para juntar características tão opostas em um só papel”, defende.

O ator Caco Ciocler fala de sua participação no elenco de O Segundo Sol
O ator Caco Ciocler fala de sua participação no elenco de O Segundo Sol

Além disso, Edgar também trava uma disputa com Roberval, de Fabrício Boliveira. Os dois foram criados como amigos, mas são filhos do mesmo pai e mãe. “São muitas reviravoltas. Eles disputam uma série de batalhas”, ressalta. Em “Segundo Sol”, Caco, que está há mais de duas décadas na tevê, se diverte com o “status” de galã que foi alçado ao longo dos primeiros capítulos. Para viver Edgar, o ator perdeu cinco quilos e enfrentou treinos rigorosos de musculação. “No começo da novela, meu personagem era bem mais novo. Precisei dar um jeito nisso. Fiz dieta, fui ao dermatologista, endocrinologista e entrei na ginástica. Tive até uma cena de sunga depois de 25 anos de carreira (risos)”, brinca.

Malas feitas
A equipe de “Espelho da Vida”, próxima novela das seis, já está em Carrancas, Minas Gerais, para as primeiras gravações da trama de Elizabeth Jihn. Os trabalhos estão sob a condução do diretor Pedro Vasconcellos. O folhetim, que estreia em setembro, conta com Alinne Morais, Vitória Strada e Rafael Cardoso nos papéis centrais.

Sucesso do passado
O “Fábrica de Casamentos” do próximo sábado, dia 23, contará com a participação de Renata Del Bianco, que interpretou a personagem Vivi na primeira versão de “Chiquititas”. O programa mostrará a união da atriz com o designer Daniel Simonini. A produção também terá a participação de Aretha Oliveira, Gisele Frade, Francis Helena e Laura Feliciano, que viveram Pata, Bia, Cris e Laura, respectivamente, na novela infantojuvenil.

Tempos bíblicos
Cacá Ottoni, que participou da temporada 2012 de “Malhação”, estará na minissérie “Lia”, da Record. Na produção bíblica, ela vive a serva Bila, que é dada a Raquel, papel de Graziella Schmitt, quando ela se casa.     Maldosa e invejosa, a personagem não pensa duas vezes ao se envolver com um dos filhos de Jacó, interpretado por Felipe Cardoso. A minissérie tem estreia     marcada para o próximo dia 26.

Pula fogueira
A TV Brasil celebra as tradições juninas com uma edição especial de São João do “Antenize” neste sábado, dia 23. O programa contará com a participação do músico Chambinho do Acordeon , que viveu o protagonista do filme “Gonzaga: de Pai para Filho”, de Breno Silveira. Ele conversa sobre essa experiência com a apresentadora Karina Cardoso e toca a canção autoral “Acredite” e os clássicos “Olha pro céu” e “Qui nem jiló”, de Luiz Gonzaga.

Foi bem
Para o desempenho de Maria Luisa Mendonça, que vive a triste Karen de “Segundo Sol”. Com um papel difícil e ambíguo nas mãos, a atriz contorna muito bem as nuances da personagem.

Foi mal  
Para a excessiva divulgação da programação da Globo pelos narradores durante os jogos da Copa do Mundo da Rússia. Em todos os momentos, eles repetem o mesmo texto sobre os próximos acontecimentos das tramas. Uma estratégia de divulgação maçante e irritante.


Mensagem final

Publicação: 21/06/18
Christiane Torloni ficou bastante atenta ao texto de “O Tempo Não Para”, próxima novela das sete da Globo. Quando desbravou as primeiras linhas do roteiro de Mário Teixeira, a atriz logo se encantou pela mensagem da história. Focado em uma família que é congelada no século XIX e desperta nos dias atuais, o folhetim fala sobre as relações humanas na correria do dia a dia. “Ou você está absolutamente conectado ou perdeu oito horas de acontecimentos no mundo. Essa sensação de que você não pode mais dormir, repousar... Essa vida 24 horas, que é uma imposição do nosso tempo, chega em um momento que ainda temos outros valores. A gente está desaprendendo as coisas em uma velocidade enorme que estamos tendo de reaprender”, aponta.

A atriz Christiane Torloni fala do seu próximo trabalho na Globo
A atriz Christiane Torloni fala do seu próximo trabalho na Globo

Na produção, que está prevista para estrear em julho, Torloni vive Carmen, uma mulher forte e independente que criou o filho Samuca, de Nicolas Prattes, sozinha desde que o marido a abandonou. Vendeu o antigo carro da família para ajudar o jovem a desenvolver seu negócio, tornando-se a segunda sócia da fictícia SamVita, empresa referência mundial em sustentabilidade. Quando o núcleo principal descongela, Carmen forma um triângulo amoroso com Dom Sabino e Dona Agustina, interpretados por Edson Celulari e Rosi Campos. “O mote da novela é o bom e velho amor. Há bastante humor também na obra. O humor aparentemente não tem pretensão de ensinar nada, mas ele leva muitas questões para o coração”, explica.

Grupo reunido
Aguinaldo Silva contará com três colaboradores em “O Sétimo Guardião”, próxima novela das nove. O autor trabalhará ao lado de Joana Jorge, Maurício Gyboski e Zé Dassilva. A produção, que estreia em novembro, começará a ser gravada a partir do mês que vem. O último trabalho de Aguinaldo na tevê foi a novela “Império”.

Direto da Europa
O Multishow vai transmitir, ao vivo e com exclusividade no Brasil, os shows internacionais de Anitta e de Ivete Sangalo no Rock in Rio Lisboa. As apresentações vão ao ar nos dias 24 e 30 de junho, respectivamente. Anitta faz sua estreia no festival e Ivete se apresenta desde a primeira edição, em 2004.

Novas oportunidades
Manu Gavassi investirá em sua porção atriz mais uma vez. A cantora está escalada para a série “Z4”, que será exibida no SBT e Disney Channel. Na história, ela será Pâmela, filha do produtor musical Zé Toledo, interpretado por Werner Schünemann. Na Globo, ela já participou de novelas, como “Em Família” e “Malhação”. O projeto, que estreia em julho, é uma produção da Disney com a Formata.

Olhar criterioso
Bruna Pazinato, protagonista da minissérie “Lia”, da Record, participará do júri do “Canta Comigo”. O “reality show” contará com a apresentação de Gugu Liberato. O programa é uma competição musical que testará se o candidato, seja solo, em dupla ou em grupo vocal, será capaz de agradar 100 jurados de uma só vez.

Membro da família
Gorete Milagres estará na sexta temporada do “Vai Que Cola”, do Multishow, que volta ao ar em agosto. Na história, ela viverá Aurelina, tia de Sanderson, papel de Marcelo Médici. É na casa de Aurelina que os moradores da pensão vão estar.

Foi bem
Para a participação de Cristina Mutarelli em “Deus Salve o Rei”. Interpretando a rainha Margô e reforçando o elenco veterano, a atriz conta com boas cenas e faz uma positiva dobradinha com Johnny Massaro, que vive Rodolfo.

Foi mal  
Para o excesso de reclamações dos personagens Ícaro e Manuela, interpretados por Chay Suede e Luiza Arraes em “Segundo Sol”. O texto da dupla de irmãos é repleto de maçantes lamentações, deixando as cenas chatas e repetitivas.


Com outros olhos

Publicação: 20/06/18
Carla Salle está encantada com seu trabalho em “Onde Nascem os Fortes” e faz questão de demonstrar isso. No ar na pele da forte Valquíria, a atriz de 26 anos acredita ter nas mãos um projeto inovador dentro da televisão. E ficou surpresa com a agilidade com que a supersérie foi aceita pelo público e pela crítica. “Tenho ouvido muita coisa boa. Vejo todo mundo surpreso porque, quando algo é novo, gera uma aversão, curiosidade e tantas outras coisas juntas. ‘Onde Nascem os Fortes’ é muito diferente de tudo que já vi na tevê. Temos a chance de mostrar um sertão contemporâneo e que acompanhou a evolução e desenvolvimento”, afirma.

A atriz Carla Salle fala do seu trabalho em Onde Nascem os Fortes
A atriz Carla Salle fala do seu trabalho em Onde Nascem os Fortes

Na história escrita por George Moura e Sérgio Goldenberg, Valquíria é uma jovem bem-nascida, estudada e que chega ao Sertão para trabalhar na fábrica de bentonita de Pedro Gouveia, de Alexandre Nero. Acaba se envolvendo com Hermano, papel de Gabriel Leone, mas sofre com a presença de Maria, interpretada por Alice Wegmann, em todos os momentos da relação. “Ao mesmo tempo em que a Valquíria é uma mulher livre e decidida, ela também vive um amor limitador e que a aprisiona. Na verdade, ela atravessa uma história de amor que não está acabada. Isso a deixa insegura e com um ciúme exagerado”, explica. Esta é a segunda vez em que Carla trabalha ao lado de Gabriel, seu namorado. Em “Os Dias Eram Assim”, os dois interpretaram irmãos na história que abordou o período da ditadura. “Não acho que isso torne nossa relação no ‘set’ mais fácil porque estamos interpretando um amor diferente do nosso. Então, precisamos cavar e buscar uma relação diferente. É uma composição totalmente nova. Não é simplesmente fazer o que fazemos na vida. É um sentimento novo, desconhecido”, afirma.

Todo vapor
Jorge Fernando já está completamente envolvido com os trabalhos de “Verão 90 Graus”, nova novela das sete, prevista para ir ao ar a partir de janeiro do ano que vem. Nesta semana, o diretor realizou um encontro com a equipe da trama nos Estúdios Globo, localizados no Rio de Janeiro. Este será o primeiro trabalho de Jorge Fernando após sofrer um AVC no ano passado.

Seleção inicial
A equipe de “Amor & Sexo” já está com a mão na massa para a próxima temporada. A coreógrafa Dani Lima e o coreógrafo assistente Thiago William começaram as audições para buscar os bailarinos da produção comandada por Fernanda Lima. Ao todo, foram mais de 400 inscrições. O programa está previsto para voltar ao ar a partir de outubro.

No meio do deserto
O elenco de “Jesus”, nova novela da bíblica da Record, está no Marrocos para as primeiras gravações do folhetim escrito por Paula Richard. Embarcaram para o país Claudia Mauro, Day Mesquita, Beth Goulart, Mayana Moura, Fernando Pavão, Raphael Sanders e Dudu Azevedo. Inclusive, Pavão e Sanders seguem no ar em “Apocalipse”, que termina na segunda. Seguindo orientações da direção, por enquanto, os atores não podem revelar parte de suas caracterizações.

Novas habilidades
Enquanto parte do elenco viaja para o Marrocos, outros atores seguem a preparação para a estreia de “Apocalipse”. Petrônio Gontijo, que viverá o apóstolo Pedro, participou de um “workshop” de pescaria. Os atores foram para alto-mar e aprenderam técnicas de pesca.

Campeão de bilheteria
No ar em “As Aventuras de Poliana”, do SBT, Larissa Manoela poderá ser vista no Telecine Premium a partir do próximo sábado, dia 23. A atriz estreia o filme “Fala Sério, Mãe!”, em que interpreta a protagonista da história baseada no livro homônimo de Thalita Rebouças.

Foi bem
Para a interessante seleção de convidados do “Zona Mista”, do SporTV. Em sua primeira semana no ar, o programa já recebeu nomes como William Bonner, Gloria Maria e Daniela Mercury. A produção mostra um empenho e esforço para conquistar convidados relevantes.

Foi mal  
Por outro lado, mesmo com convidados interessantes, o “Zona Mista” ainda não mostrou a que veio. Com roteiro engessado e piadas pouco proveitosas, a produção de Felipe Andreoli e Maurício Meirelles parece que não deixará saudades após o fim da Copa do Mundo.


Muito bem informada

Publicação: 19/06/18
Letícia Colin é uma leitora voraz dos capítulos de “Segundo Sol”. Na pele da intensa Rosa, a atriz busca estar por dentro de todos os núcleos da novela escrita por João Emanuel Carneiro. Por isso, quando recebe os blocos de capítulos, faz questão de ler sobre o andamento da trama dos outros personagens. “O João é um dos grandes autores do nosso tempo. O texto e os personagens são muitos complexos, ambíguos e contraditórios. O que é bom porque ninguém quer ver mais só o bom ou mau simplesmente. Fico surpresa a cada nova capítulo”, elogia.

A atriz Letícia Colin fala do seu papel em Segundo Sol
A atriz Letícia Colin fala do seu papel em Segundo Sol

Na história das nove, Rosa se envolve com prostituição. Para ajudar a família e ganhar mais dinheiro, a jovem começa a trabalhar para Laureta, papel de Adriana Esteves. “Ela tem muitos questionamentos feministas. É uma mulher que não quer casar ou ser sustentada por alguém. É uma heroína muito moderna. A própria temática da prostituição é pautada pela ideia de ‘meu corpo, minhas regras’”, defende Letícia, que leu bastante sobre feminismo para construir a personagem. “Peguei diversas referências, como a acadêmica americana Camille Paglia. Quis compreender a prostituição de um jeito amplo porque é uma questão complexa. Há várias opiniões”, explica. Ao longo dos próximos capítulos, Rosa se vê envolvida em um triângulo amoroso com Ícaro e Valentim, de Chay Suede e Danilo Mesquita. “É uma questão difícil para a Rosa, mas é a vida. Algumas vezes, ficamos em uma situação complexa de lidar. São duas pessoas muito diferentes e ela está no meio da história”, ressalta.

Reconciliação à vista
Gabriela e Rafael, casal principal de “Malhação” interpretado por Camila Morgado e Carmo Dalla Vecchia, finalmente poderão viver o amor do passado em cenas que vão ao ar a partir desta quarta, dia 20. Após descobrir as armações do marido, a professora pensa em se afastar de Paulo, de Felipe Rocha, e decide ir sozinha ao prêmio da Educação. Porém, ela fica em dúvida sobre ir ao evento quando descobre que Rafael estará lá. No entanto, muda de ideia ao descobrir que circula um vídeo em que Rafael aparece agredindo Breno, vivido por Marcelo Argenta. Ele fica preocupado com a possibilidade de as imagens comprometerem a parceria da Escola com a ONG, mas Gabriela o acalma e eles aproveitam a oportunidade para dar uma nova chance ao amor.

Novas plataformas
Nomes que despontam na internet já se tornaram uma opção para os diretores de tevê. Kéfera, que ficou conhecida por fazer vídeos para o Youtube, foi convidada para “Espelho da Vida”, próxima novela das seis, que estreia em setembro. A oportunidade surgiu através do diretor Pedro Vasconcellos e a autora Elizabeth Jhin. Na história, ela viverá a vilã Mariane, rival da mocinha interpretada por Vitória Strada.

Boa vizinhança
Contratado do SBT, Leo Dias, que participa do programa “Fofocalizando”, gravará uma participação no “game show” “O Céu É o Limite”, da RedeTV!, comandado por Marcelo de Carvalho. Recentemente, o jornalista também esteve na emissora para gravar o programa “Sensacional”, apresentado por Daniela Albuquerque.

Em alta
A novela “As Aventuras de Poliana”, do SBT, está agradando a todos dentro da emissora. Após completar um mês no ar, o folhetim de Iris Abravanel é vice-líder isolado de audiência, com média de 15 pontos. Além disso, a produção causa repercussão na “web”. O canal oficial da trama no Youtube faturou a placa de Play de Ouro.

Foi bem
Para as narrações de Gustavo Villani durante a Copa do Mundo na Globo. O narrador está sempre muito bem informado sobre detalhes e curiosidades das seleções e jogadores, entrando com comentários e opiniões pertinentes nos momentos certos.

Foi mal  
Para o inacreditável “The Love School”, da Record. O programa é baseado em conselhos amorosos bobos e até ultrapassados, não acrescentando em nada à programação da emissora.