Solte suas feras

Publicação: 25/08/19
Como diria a canção: “Solte suas feras, caia na gandaia, entre nessa festa...” e não é novidade, as estampas em estilo animal se tornaram verdadeiros clássicos dos guarda-roupas femininos - e até mesmo no masculino. A estampa que reproduz a pele animal se tornou item queridinho de fashionistas no mundo todo e conquistou os mais variados públicos. Consagrado como uma tendência que aparece nos mais variados estilos e formas, animal sempre esteve presente em nossa história, desde os mais antigos ancestrais, bem antes de riscar passarelas no mundo todo. Mas foi em 1940, quando o estilista Cristian Dior propôs o uso do animam print que a estampa conquistou o mundo fashion e virou item de lei na historia da indumentária. Desde então, nunca mais saiu de moda. Nas décadas seguintes, anos 50 e 60, o cinema ajudou a transformar as estampas de animais - em especial a onça - em símbolos de elegância e sofisticação e assim, continuou pelos anos 70. Nos anos 80, época do exagero, o animal print foi usado ao exagero. Na década de 1990, a pegada virou referência do estilista Gianne Versace, que fez o “brega e vulgar” se tornar chique. Agora, tudo é válido, tudo pode. Até então, somente os animais exóticos tinham vez. Mas agora  outros animais se misturam as estampas de onça, zebra e cobra, como por exemplo as vacas.

E como todo clássico que se preza, está presente em todas as estações. Nesse verão então, está com tudo! GLAM ilustra a moda animal com o Projeto Modelando da Tráfego Models, em um editorial clicado por Humberto Lopes e styling de Matheus Henrique. Vai cair na onda?