Comportamento do câmbio

Publicação: 19/01/20
Comportamento do câmbio

Analistas preveem uma queda do dólar no mercado global em 2020. A previsão de consenso para o fim de 2020 é que o euro será negociado a US$ 1,16. Ninguém pode prever o que acontecerá com a economia mundial neste ano, por conta dos aconrtecimentos no exterior, incluindo no “balaio de gato” as eleições nos Estados Unidos e as disputas internas em vários países. Do ponto de vista da economia, as análises indicam que o comportamento deverá se repetir, com o sobe e desce em níveis próximos à estabilidade.

Benefícios

Ao reajustar os benefícios do INSS em 4,48% em 2020, em fevereiro, fica um retroativo a ser aplicado aos pagamentos iniciados até 1º de janeiro de 2019. Em 2020, os salários de benefício e de contribuição não poderão ser inferiores a R$ 1.045, nem superiores a R$ 6.101. Uma portaria ministerial traz ainda outras definições sobre o auxílio-reclusão, a incorporação da diferença percentual entre a média dos salários de contribuição à renda mensal dos benefícios.

Controle

Pelo que vem demonstrando a Controladoria Geral do Estado, os programas sociais do Governo estavam com falhas graves na sua execução. O Programa do Leite, Transporte Cidadão e mais recentemente dos Restaurantes Populares  estavam de “porteira aberta”, para desvios e falcatruas de toda a ordem. Precisa adotar novos e rigorosos mecanismos de controles.

Importação

Enquanto as grandes redes varejistas querem importar vestuário, para o período de inverno, com uma alíquota mais baixa, a indústria brasileira do setor não concorda. A taxa hoje é de 35%, mas o varejo defende uma redução para 16%. Por essas e outras a economia brasileira é considerada fechada. Até quando o consumidor brasileiro ficará privado de comprar bons produtos a preços mais baixos?

Perspectivas

Mesmo com déficit, a dívida fica estável de 2020 a 2022. O endividamento público bruto ficará estabilizado na casa de 78% do PIB, segundo cálculo do Tesouro Nacional. Um custo menor com a redução dos juros.

Desempenho ruim  

O ICOMEX piora no desempenho exportador em 2019. A corrente de comércio (exportações mais importações) recuou 4,6% entre 2018 e 2019. Tanto as exportações como as importações registraram queda de 6,4% e 2,1%, em valor, e o superávit da balança comercial caiu de US$ 58 bilhões para US$ 46,7 bilhões, nesse mesmo período. A queda no valor das exportações decorreu de uma retração nos preços (-5,0%) e no volume (-1,8%). No caso das importações, os preços caíram (-4,4%), mas o volume cresceu (+2,4%).

Feriado

A Associação Comercial de São Paulo vai promover, de 23 a 31 de janeiro, a Sampa Week - uma semana inteira de descontos para comemorar os 466 anos da fundação da maior cidade do País (25/01). Esta é a primeira edição para movimentar o comércio pós-férias, com o objetivo de estimular o comércio a criar uma nova data de descontos especiais ao consumidor.

1 - O preço do etanol deve cair já a partir de março com a chegada da nova safra de cana de açúcar no Sudeste e Centro Oeste, diz a ÚNICA, entidade dos produtores. Outra novidade que poderá ajudar na derrubada dos preços é a permissão para que as usinas vendam diretamente aos postos de combustíveis. No Nordeste a safra 2019/2020 continua sendo esmagada nas usinas e destilarias.

2 - As perspectivas para o período chuvoso de 2020 são altamete positivas. O  meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot, ao fazer a análise climática atualizada com a previsão para o inverno no RN, destacou a caracterização do dípolo (Atlântico mais quente e Pacífico mais frio), presença da Zona de Convergência Intetropical, entre outros fatores positivos como não se via há muitos anos.

3 - Os salineiros potiguares aguardam com expectativa  o início do período chuvoso. Com o preço do sal estável há mais de cinco anos - chegando a R$ 40, a tonelada do sal grosso - somente as chuvas regulares por três anos, pelo menos, poderão reduzir a produção e pressionar os preços pra cima. Com mais faturamento vão renovar as máquinas.

Tecnologia

A cidade de Nova York vai receber 20 negócios brasileiros interessados em internacionalização, com apoio do Sebrae. As startups interessadas devem se inscrever no programa StartOut Brasil até amanhã,  20 de janeiro.  Com mais de 9 mil startups, 25 unicórnios, cerca de 100 programas de aceleração e/ou incubação, dezenas de espaços de trabalho colaborativo e um crescente volume de capital de risco, Nova York vem se tornando  um centro de novas ideias.

Produtividade

A Kraft Heinz tem safra recorde de tomate em 2019, fruto dos investimentos recente em tecnologia, material e técnica de manejo. A  safra de tomate para Kraft Heinz Brasil foi 64% maior em volume do que em 2018, cruzando a casa das 280 mil toneladas. A empresa garantiu altíssima produtividade de sua área, com 109 toneladas de produto por hectare, a área plantada equivale a 139 estádios do Maracanã, e o montante colhido superou em 42% a média dos últimos cinco anos.

Riqueza (I)

O Brasil é o país da América Latina com maior número de bilionários. O Cuponation, plataforma de desconto online e integrante da alemã Global Savings Group, compilou dados sobre as regiões mais ricas do mundo e quantas pessoas são consideradas bilionárias.  A pesquisa teve base no PIB, na renda per capita e nas áreas mais lucrativas do setor econômico dessas nações e colocou a Colômbia e o Peru em segundo e terceiro lugar, respectivamente, enquanto o Equador ficou em último lugar da lista de 7 países.

Riqueza (II)

O Brasil como os demais países da América Latina estão bem longe de apresentar um número grande de indivíduos ricos, quanto mais bilionários. Segundo o Statista, portal online de estatísticas, a América Latina inteira possuía apenas 4.460 pessoas com patrimônio líquido muito alto em 2019, ficando em quinto lugar no ranking do levantamento realizado de acordo com as regiões mundiais. A América do Norte apresentou o número de 84.084 cidadãos para a condição pesquisada, ocupando a primeira posição.