Paralisação global

Publicação: 24/03/20
Luiz Antônio Felipe 
laf@tribunadonorte.com.br


A atividade econômica global está tão baixa que pode argumentar que o mundo sofre hoje quase que uma total paralisação. Essa retração vai se refletir já no balanço das empresas do primeiro trimestre a ser encerrado em 31 de março, próxima terça-feira Para o governo, o cenário de recessão já é previsto no país. A equipe econômica informou que é justamente pela incerteza quanto ao comportamento da economia que o governo pediu a declaração de calamidade. O próprio governo reduz a projeção de alta do PIB 2020 para 0,02%. O mundo trabalha para evitar que o Covid-19 não repita o pico como na Itália. É o que as autoridades brasileiras tentam evitar adotando desde já as medidas de precaução. Só falta a quarentena geral.

Estimativas
O mercado ainda está otimistas. A projeção de alta do PIB de 2020 recua de 1,68% para 1,48%. O corte vem das mudanças nas expectativas anunciadas por instituições financeiras nas últimas semanas por conta do coronavírus. A estimativa do IPCA (inflação), para 2020 caiu de 3,10% para 3,04% no boletim Focus do BC.

Indústria
A Confederação Nacional da Indústria (CNI) defende que o governo federal publique o decreto que internaliza no ordenamento jurídico brasileiro à resolução do Mercosul que trata de alterações tarifárias por desabastecimento de produtos. O Bloco aprovou, no fim do ano passado, resolução para aumentar de 45 para 100 o número de mercadorias passíveis de terem o Imposto de Importação reduzido a zero por até um ano.

Medidas
A cada dia os governos adotam novas medidas para tentar evitar um nuafrágio completo. No caso do BC brasileiro, mais uma parcela do depósito compulsório foi afrouxada. O governo também dará uma ajuda de R$ 85,5 bilhões aos estados e municípios. É recuou da proposta de cortar salário. Nos EUA, o Congresso derrubou uma proposta de Trumph.

Cotações 
A semana começa com o petróleo novamente em baixa, o Ibovespa também em queda. O dólar e o ouro voltaram a subir. O mercado não tem a mínima ideia ou mesmo, a menor condição de fazer uma estimativa. 

Apoio agora e no futuro
Vários grupos empresariais, instituições como a Justiça, estão dando as mãos para garantir respiradores artificiais, álcool em, gel, aventais, máscaras, entre outros. Surge agora, a oportunidade de trazer para Natal um hotel da Rede Sara, um assunto levantado há mais de 20 anos, com localização justamente na Via Costeira. Por que não adquirir o hotel Parque da Costeira e transformá-lo em hospital da Rede Sara?

Exportações
Na terceira semana de março a balança comercial brasileira teve superávit de 1,4 bilhão de dólares. No Rio Grande do Norte, os embarques de frutas para a Europa já chegam ao final. Uma redução significativa de navios no Porto de Natal.

Adiamento
O novo prazo de pagamento dos tributos federais do Simples Nacional já está valendo. Os tributos federais relativos ao Simples de março, abril e maio ganharam um prazo maior de seis meses para pagamento A prorrogação vai beneficiar 4,9 milhões de empresas optantes pelo Simples Nacional, bem como 9,8 milhões de Microempreendedores Individuais, num volume total aproximado de R$ 23 bilhões.

Serviço
Por conta do Covid-19, a Caixa Econômica está ampliando os seus serviços digitais e priorizando o atendimento social essencial nas agências. O Banco disponibiliza alternativas de atendimento para beneficiários de programas sociais e clientes que desejam aderir ao pacote de benefícios. Além de acesso a movimentação bancária através da internet e celular, a CEF reforça o atendimento em canais remotos, como a Agência Digital, Telesserviço e WhatsApp.

Aniversário
Dos 70 anos de TRIBUNA DO NORTE, hoje comemorados, o colunista tem mais de 40, dos quais, mais de 25 anos dedicados apenas à coluna diaria Negócios&Finanças, quase um “DinossauroPress”. Agradeço em primero lugar os leitores pela confiança, aos amigos e colaboradores, como a classe empresarial e à diretoria da Empresa.