Pacote dos grandes

Publicação: 25/03/20
Luiz Antônio Felipe 
 laf@tribunadonorte.com.br

A maior ajuda do pacote do governo aos estados, beneficia muito mais quem está mais endividados, o Rio de Janeiro, Minas e Rio Grande do Sul. Também poderá contribuir, com o reforço (compensação), no Fundo de Participação, dos estados mais pobres, como o Rio Grande do Norte, além dos municípios. Vai livrá-los de outras obrigações e assim, deve abrir brecha para pagamento de dívidas, até mesmo de salários atrasados. Como no caso do RN. Hoje, na reunião da equipe econômica com os goveradores de outras regiões do país, virão novas pressões em cima do governo.

Recursos 
Os estados consideram a ajuda federal insuficiente e reforçam os pedidos. Já o Governo diz que “medidas descoordenadas”’ podem levar a desabastecimento. Por decisão do STF os Estados e municípios podem agir contra covid-19.

Confiança
A pandemia do coronavírus puxou para baixo a  confiança do consumidor. Voltou  ao nível de janeiro de 2017. Para a Fundação Getúlio Vargas (FGV),  a crise sem precedentes dificulta estimar a extensão dos danos. Estamos em um voo cego.  Mexeu na confiança está empurrando as expectativas para o futuro. 

Atrasado
O INSS dará um grand reforço ao destinar R$ 1 bilhão para pagamento de benefícios atrasados. São aqueles  segurados que estavam com seus benefícios na fila. Segundo o comunicado, serão cerca de 118.199 pessoas contempladas, com valores referentes a aposentadorias, pensões e demais auxílios. 

Cotações
O Ibovespa teve ontem um dia de recuperação e fecha em alta de quase 10%. O dólar recuou 1% e fechou a R$ 5,08. O barril de petróleo teve leve alta e fechou a US$ 24,26. 

Poupança ainda lidera
A velha e tradicional caderneta de poupança ainda é o investimento mais escolhido pelos brasileiros, aponta levantamento da CNDL/SPC Brasil. Dos 34% que costumam fazer reserva financeira, 62% apostam na caderneta de poupança e 27% ainda preferem guardar as economias em casa, motivados, principalmente, pela possibilidade de utilizar o dinheiro a qualquer momento. Uma das principais consequências da falta de educação financeira é a dificuldade em realizar e manter uma reserva financeira. 

Hábito
Mais da metade dos brasileiros (52,1%) não tem o hábito de poupar, conforme o  levantamento. Dentre os entrevistados, apenas 33,8% afirmaram ter o costume de guardar dinheiro de alguma forma, sendo que 14,9% estipulam um valor a ser poupado –  18,9% contam apenas com a quantia que sobra do orçamento.

Orientação 
A Fecomércio RN, como forma de simplificar a consulta e a orientação, do seu departamento jurídico, preparou as artes  com um resumo da MP 927/2020, que flexibiliza os contratos de trabalho no país em virtude do cenário de pandemia. Os empresários poderão ter acesso através da página da entidade na Internet. 

Colaboração 
 O empresário potiguar Andriere Azevedo dos Santos, está produzindo nada menos do que 15 mil máscaras de tecido, reutilizáveis, que serão distribuídas gratuitamente e trocadas a partir das 15h de hoje (25). Receberá  produtos de higiene pessoal (sabonete) e de limpeza (água sanitária). Os produtos serão destinados à população carente, através de instituições assistenciais da capital.

Adequação (I) 
Hotéis e pousadas fechando e as companhias aéreas adequando as suas frotas à nova realidade. Em média, as empresas estão reduszindo em 90% os seus voos. A GOL reduz a malha aérea e mantêm atendimento para todas as capitais brasileiras, com apenas 50 voos diários, entre o Aeroporto Internacional de São Paulo em Guarulhos e todas as capitais brasileiras

Adequação (II) 
O comércio eletrômico também está sentindo quye o consumidor está se adequando à quarentena. Estima-se que teve um aumento de 500% no comércio eletrônico nos últimos dias,  principalmente no setor alimentício teve um aumento de 500%. O trabalho em casa está levando muita gente a buscar essa alternativa.

Alivio
OS lojistas de shopping terão o aluguel isento durante fechamento, diz a ALSHOP (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping) que obteve um resultado importante fruto das negociações com proprietários de shoppings e centros de compra. O aluguel do shopping relativo ao mês de março será cobrado de forma proporcional. Essa cobrança no entanto não será feita agora.