"Muita gente vai se sentir atraída a investir em Natal"

Publicação: 2012-01-17 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Novo membro do Comitê Local Organizador da Copa do Mundo, o ex-craque Ronaldo Fenômeno afirma que o ano de 2012 será de muita fiscalização nas obras para a Copa de 2014. Sem revelar o calendário de viagens que fará, o ex-jogador confirma que estará em Natal, mas afirma não ter data definida ainda.
Sérgio Lima/FolhaPressRonaldo: Natal é uma cidade linda, com boa estrutura. Já era, antes da Copa, um local de investimentos.Ronaldo: Natal é uma cidade linda, com boa estrutura. Já era, antes da Copa, um local de investimentos.

De acordo com Ronaldo, seu maior desafio na nova função é o de realizar uma Copa para o povo brasileiro e não apenas para os visitantes.

Qual o seu calendário de visitas em 2012 para as cidades-sedes. Natal está incluída?

Não existe um calendário ainda. Vou visitar Fortaleza e Salvador agora. Mas quero visitar as 12 sedes. Há muito o que fazer. Não sei em quanto tempo vou conseguir visitar todas, mas quero muito.

Você considera que Natal se tornou um bom investimento com a Copa do Mundo?

Acho que o Brasil é um grande investimento. E Natal é uma cidade linda, com boa estrutura. Já era, antes da Copa, um local de investimentos diversos de brasileiros e estrangeiros. Com a chegada da Copa, este potencial aumentou. Com certeza, muita gente vai se sentir atraída a investir na cidade (Natal), ainda mais depois da Copa do Mundo.

Em pouco mais de um mês como membro do Comitê Organizador, você já conseguiu conhecer um pouco mais o trabalho do COL?

Na verdade, eu tive bem pouco tempo até agora. Fui apresentado no início de dezembro e pouco depois começaram as férias do Comitê. Mas o que eu posso te dizer é que já comecei a tomar conhecimento de tudo. É uma estrutura bem grande e não é fácil. Acho que todos deveriam conhecer a fundo esta estrutura, pois existe muita desinformação por aí. Estou me aprofundando, buscando armazenar conhecimento. A Copa é um aprendizado diário para mim.

Qual é o seu maior desafio pessoal nesta função?

Desde o meu primeiro contato como membro do Conselho de Administração eu disse que meu grande objetivo era fazer uma Copa para os brasileiros e que eu ia batalhar para que todos pudessem se orgulhar ao final da Copa. Em pouco tempo, acho que já conseguimos alguns avanços. Acho que o povo vai se aproximar cada vez mais da Copa e vai se orgulhar dela no futuro.

Quais são as suas ideias daqui em diante?

Minha ideia é trabalhar a cada dia com este objetivo na cabeça: fazer uma Copa para todos os brasileiros. Vou buscar mostrar para a sociedade as coisas positivas desta Copa.

Você sente que a percepção de Copa do Mundo entre os brasileiros já está mudando?

Acho que sim. Veja bem: no início do ano passado só falavam do atraso dos estádios. Que não ia ficar nada pronto, que não ia ter Copa em São Paulo, que alguns estádios iam ser entregues na véspera da Copa. Hoje, já tem até arquibancada. Eu vou ter a oportunidade de ver alguns estádios de perto agora, mas pelo que sei, muita coisa está adiantada. Aos poucos o povo está percebendo isso também.

O ano de 2012 é considerado decisivo na organização da Copa do Mundo da Fifa. Os brasileiros podem estar confiantes no sentido de que o torneio passará a ser uma realidade neste ano?

Com certeza. Lá atrás, eu falei dessa desinformação, que ajuda a criar uma imagem falsa das coisas... Neste ano já teremos a mascote e o slogan. Alguns estádios estão ficando prontos. Acho que os brasileiros vão começar a sentir que a Copa do Mundo realmente vai ser na nossa porta e que temos que ajudar ela a ser a melhor Copa de todos os tempos. E uma Copa com cara de Brasil. Depende muito de nós.

O que você espera ver nesta primeira visita (Fortaleza e Salvador)? E o que mais vai observar nesta viagem?

Pelo que eu tomei conhecimento, Fortaleza está bem adiantada. Eu lembro que foi em Fortaleza que voltei a jogar pela Seleção, pouco antes da Copa de 2002 e já era um estádio bem bonito. E Salvador está andando bem, pelo que eu pude ver nas imagens. Acho que eu vou observar muita coisa boa nesta viagem. Por mais que a gente tenha uma ideia do que está sendo feito pelas fotos, ao vivo é bem melhor, né?

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários