Natal
105 cidades do RN têm casos confirmados
Publicado: 00:00:00 - 15/05/2020 Atualizado: 21:59:24 - 14/05/2020
O número de cidades no Rio Grande do Norte com casos de infecção confirmados para o novo coronavírus aumentou de 100 para 105 da quarta-feira para a quinta-feira. Os dados atualizados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap/RN) apontam crescimento, também, no quantitativo de mortos, que saiu de 105 para 117. Os casos confirmados saíram de 2.365 casos confirmados de Covid-19 para 2.537 nas últimas 24 horas. O Estado conta, ainda com 8.438 casos suspeitos, e seis mortes pela doença foram confirmadas nesta quinta-feira, 14.

Leia Mais

Dois óbitos aconteceram entre pessoas do sexo feminino, de 84 e 68 anos, residentes no município de Canguaretama. Outra vítima, do sexo masculino, faleceu no município de Pendências, no interior do Estado. Ele tinha 70 anos de idade, e era hipertenso. Além disso, duas mortes foram confirmadas em Natal, de pessoas de 39 e 57 anos. A primeira, mais jovem, tinha histórico de etilismo e obesidade e, a segunda, não possuía comorbidades confirmadas. A última vítima potiguar faleceu no Estado do Ceará, e tinha 61 anos de idade.

Em relação à fila de pacientes que aguardam para serem transferidos, a Sesap/RN afirmou que não há mais pacientes de Prioridade 1 (que necessitam com urgência de leitos de UTI) em espera. A lista, no entanto, cresceu de forma geral: são 8 pacientes em Prioridade 2, e 32 distribuídos entre as prioridades 3 e 4. 

Comparativo
A TRIBUNA DO NORTE comparou os Boletins Epidemiológicos da Sesap/RN nos dias 7 e 14 de maio. Em uma semana, os casos confirmados de Covid-19 no Rio Grande do Norte aumentaram 45,88%. São 798 pessoas infectadas a mais (1.739 no dia contra 2.537 no dia 14).
As mortes cresceram 53,94% no período. Elas saíram de 76 para 117 em uma semana (41 óbitos a mais). 

Número de pacientes com arboviroses cai
O boletim entomoepidemiológico das Arboviroses de Natal, divulgado pelo Centro de Controle de Zoonoses revela que os casos de arboviroses (dengue, chikungunya e zika) em Natal diminuíram mais que a metade em relação ao mesmo período de monitoramento do ano passado. Os dados são referentes ao boletim 19 de cada ano, que acumulou os dados da 1ª à 19ª semana do ano respectivo.  Segundo o documento, o período que compreende 30/12/2018 até 12/05/2019 notificava 4.864 casos para arboviroses, enquanto em 2020 (dados acumulados de 29/12/2019 até 09/05/2020) sinalizou apenas 1.828 casos para arboviroses, representando uma diminuição de 62,41%.

Separando por cada arbovirose, em 2019 a dengue contava com 3.899 casos confirmados enquanto atualmente tem 1.501 - uma redução de 61,50%. Em relação à Chikungunya em 2019 tínhamos 928 casos enquanto o documento de 2020 aponta 308 confirmados - reduzindo 66,81%. Para Zika o boletim apontava 37 casos em 2019, já em 2020 até este momento revela 19 casos confirmados - uma redução de 48,64%.








Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte