A Família Grael e os Paralamas

Publicação: 2020-05-31 00:00:00
A+ A-
Foi em um alojamento de faculdade no interior do Rio de Janeiro, no início da década de 1980 que começou a relação dos Grael com a banda Paralamas do Sucesso. Axel, o mais velho dos três irmãos da família mais tradicional do iatismo brasileiro, passou a dividir a moradia com dois outros estudantes. Um tocava bateria, o outro, baixo. João Barone e Bi Ribeiro eram os nomes deles. Axel foi um dos primeiros a ouvir os versos de "Vital e Sua Moto', e viu os amigos, junto com o vocalista Herbert Vianna, levarem a fita da música para uma rádio carioca. Mais de 15 anos se passaram e as histórias voltaram a se cruzar. Neste domingo, dia 31, 'Esporte Espetacular', conta para onde a "caravana do amor (e da solidariedade), também se encaminhou".

Créditos: divulgaçãoEsporte Espetacular mostra a relação entre a banda Paralamas do Sucesso, do vocalista Herbert Vianna, com os irmãos GraelEsporte Espetacular mostra a relação entre a banda Paralamas do Sucesso, do vocalista Herbert Vianna, com os irmãos Grael

Formado em engenharia florestal, Axel viu uma das bandas mais famosas do Brasil estender a mão em um momento muito delicado de sua vida: o caçula Lars perdeu a perna direita ao ser atropelado por uma lancha durante uma regata em Vitória, no Espírito Santo, em setembro de 1998. Àquela altura, ele já acumulava duas medalhas olímpicas em quatro participações nos Jogos. O custo para o tratamento era alto e o iatista não possuía plano de saúde. Assim que souberam da tragédia, os músicos entraram em contato e se disponibilizaram a custear todo o processo de recuperação, inclusive promovendo um show com renda revertida para o tratamento de Lars. "Naquele momento de não mais lutar por troféus e medalhas, mas de lutar pela vida, os Paralamas procuraram o meu irmão e ofereceram apoio. O que eu não pudesse pagar de despesas hospitalares eles iriam cobrir", conta Lars.

Três anos depois, o sofrimento atingiria em cheio a banda. Um acidente de ultraleve em Mangaratiba, próximo à região de Angra dos Reis, deixou Herbert Vianna paraplégico e vitimou sua esposa, Lucy. A reportagem de Carol Barcellos vai mostrar que uma das fontes de inspiração do músico para reagir foi justamente Lars Grael, que esteve no hospital para saber notícias do guitarrista assim que soube do acidente.

O 'Esporte Espetacular' também mergulha em um tema que vem causando grande preocupação na comunidade esportiva, a depressão dos atletas causada pela mudança repentina das atividades. O sinal de alerta foi ligado recentemente pelo ex-nadador e maior medalhista olímpico de todos os tempos, o americano Michael Phelps, que se disse abalado emocionalmente pela incerteza sobre o futuro devido ao coronavírus. Direto dos Estados Unidos, o correspondente Guilherme Roseguini vai mostrar como os atletas estão fazendo para manter a saúde mental neste isolamento. Apresentado por Barbara Coelho e Lucas Gutierrez, o programa começa logo depois do 'Auto Esporte'.


Deixe seu comentário!

Comentários