É importante estar online e saber lidar com as ferramentas disponíveis

Publicação: 2018-06-13 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Confira a entrevista com Jimena Tomás, gerente de Marketing do Google:

Como Natal entrou no mapa do Google para receber esses cursos?
As escolhas consideraram duas grandes frentes. Em primeiro lugar está nossa intenção em chegar a cidades onde ainda não tínhamos passado, onde não temos tanta atuação; o segundo ponto é a quantidade de pequenas e médias empresas, o número de estudantes, o tamanho da população.

Jimena Tomás falou sobre os treinamentos oferecidos em Natal
Jimena Tomás falou sobre os treinamentos oferecidos em Natal

Os treinamentos oferecidos foram formatados a partir de demandas específicas?
Sim. Temos acesso a informações que direcionaram as abordagens. Marketing digital por exemplo, o mais amplo dos treinamentos, é algo necessário hoje em dia para empresas que querem marcar presença online. É importante estar online e saber lidar com as ferramentas disponíveis, e o Google oferece soluções gratuitas para empresas de pequeno e médio porte. Percebemos que há também uma grande demanda das pessoas por serviços online: em 2017, houve um aumento na busca por profissionais com habilidades nessa área. Então trouxemos esses cursos com foco em quem está procurando emprego, ou quer mudar de carreira, ou busca melhor posicionamento no mercado de trabalho.

O curso voltado para as mulheres também segue a mesma premissa?
Exatamente: foi formatado a partir de demandas identificadas no mercado. O Brasil está na posição 91, entre 144 países, em termos de participação da mulher na economia. Queremos oferecer treinamento de empoderamento pessoal, psicológico e profissional para que essas mulheres possam abrir o próprio negócio, conseguir melhores empregos ou ainda tenham melhores oportunidades de trabalho.

E no caso dos professores?
Acreditamos que os professores são parte fundamental do motor transformador da mudança que todos nós queremos para o Brasil, e durante o treinamento falamos de temas como segurança online, e apresentamos as possibilidades pedagógicas do canal YouTube EDU. Também são distribuídas apostilas com orientação de como abordar esses assuntos em sala de aula. Além disso, também mostramos como a plataforma é promissora para professores que tem o dom e o interesse em dar aulas via YouTube – trouxemos um professor de Física de Alagoas, que hoje praticamente vive das aulas online, para falar sobre a experiência.

E quando o Google virá à Natal para prospectar novos talentos?
Este ano tivemos uma edição da Campus Party, a UFRN tem o Instituto Metrópole Digital (IMD)...

Nessa etapa a intenção não é prospectar, e sim abrir portas e ampliar o acesso das pessoas a essas informações: queremos atingir cerca de sete mil pessoas com esses treinamentos. Mas temos planos para o segundo semestre, de realizarmos fórum menores e mais especializados.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários