Álvaro Dias decide sair do MDB e fazer nova opção partidária

Publicação: 2019-05-15 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O prefeito  de Natal, Álvaro Dias, decidiu que vai sair do MDB. Fontes próximas ao prefeito afirmam que a decisão está tomada. Ele ainda não escolheu o partido ao qual vai se filiar, mas teria recebido convite do PSB, legenda presidida no Estado pelo deputado federal Rafael Motta. O PDT, que tem como presidente no Rio Grande do Norte o ex-prefeito Carlos Eduardo, também é uma possibilidade.

Álvaro Dias afirma que é cedo para anúncios de candidatura
Álvaro Dias afirma que é cedo para anúncios de candidatura

A escolha do novo partido ao qual Álvaro Dias vai filiar será tomada em negociações políticas nas quais também estará em foco a garantia de apoio a uma possível candidatura dele à reeleição. O prefeito só iria para o PDT com uma indicação clara de que seria o candidato de Carlos Eduardo em 2020.

A saída do MDB envolve, assim, um reposicionamento político do prefeito em direção a articulações de apoios que permitam a formação de uma aliança, caso uma candidatura à reeleição se mostre viável.

A TRIBUNA DO NORTE entrou em contato com a assessoria de comunicação do prefeito para saber detalhes sobre a mudança de filiação de Álvaro Dias. Ao ser questionada, a assessoria evitou passar detalhes, mas disse que o prefeito nem sequer definiu se vai ser candidato à reeleição.

Ontem, por ocasião do seminário “Motores do  Desenvolvimento”, , Álvaro Dias comentou que “a questão partidária é realmente complicada”. Ele acrescentou que,  se a campanha iniciasse hoje, “não seria candidato”. Mas admitiu que pode concorrer.

Para o prefeito, uma candidatura à reeleição é uma hipótese a ser definida no próximo do ano, perto das eleições. Ao mesmo tempo, reconheceu que uma troca de filiação partidária é uma possibilidade. “Não sei se vou permanecer no MDB, estou analisando a realidade partidária do Brasil, que mudou realmente”.

Álvaro Dias acrescentou, ainda, que tem simpatia política pelo PSB e PDT, ao qual já foi filiado e presidiu no Rio Grande do Norte. “Tem vários partidos que podemos analisar”, disse.

O prefeito afirmou que não tem conversado sobre sucessão  municipal com o ex-prefeito Carlos Eduardo nem com a governadora Fátima Bezerra (PT). “Só trato com a imprensa, porque me provocam”, disse.

Mesmo assim, aos repórteres, durante o seminário “Motores do Desenvolvimento”, o prefeito não descartou uma conversa política com a governadora. “Não analisei essa possibilidade, mas pelo  bom relacionamento que temos, podemos vir a caminhar juntos se por acaso resolver ser candidato”.

Embora considere inapropriado falar sobre eleições municipais no momento, “porque não existe sequer decisão se sairá ou não candidato à reeleição e vai deixar para analisar e decidir no  momento oportuno”, Álvaro Dias disse que se for o caso também vai buscar apoio do ex-prefeito Carlos Eduardo.

“Repito que não sou  candidato e não sei com  quem vou me aliar ou não, mas tenho bom relacionamento de amizade há mais de 30 anos com Carlos Eduardo, fomos deputados juntos na Assembleia Legislativa e sou  prefeito porque ele acreditou e confiou em mim”, declarou Dias, que acrescentou: “Tenho procurado  me esforçar para ser bom prefeito para Natal e acredito que se resolver ser candidato, vou procurar o diálogo com o ex-prefeito”.






continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários