A música do Mada

Publicação: 2012-10-19 09:20:00
Eliade Pimentel
Repórter

O Mada é a cara da Ribeira. Com o poético nome de Música, Alimento da Alma, o evento nasceu no velho bairro e agora volta para acertar de vez seu espírito alternativo. O mais duradouro festival de música do RN chega a sua 13ª edição e será realizado nos dias 19 e 20 de outubro, sexta e sábado, no estádio senador João Câmara. O evento apresenta grandes nomes brasileiros de carreiras musicais internacionais, como Criolo e Seu Jorge, além de Agridoce, novo projeto de Pitty  e Martin. A banda portuguesa The Gift, é a atração internacional.

Durante alguns anos, o festival foi realizado na arena do hotel Imirá, na Via Costeira. No ano passado, não foi realizado por motivos de captação de recursos e não devido à locação. O retorno às origens tem mais a ver com a sintonia que o Mada tem com o bairro em que nasceu. Na concepção do idealizador Jomardo Jomas, a mudança de endereço está sendo uma experiência desafiadora, mas com gostinho de satisfação pessoal. 

“O Mada cresceu, não dava para voltar ao bairro sem que houvesse um lugar apropriado. Apostamos neste estádio porque tem área suficiente para comportar a estrutura do evento”, afirma. O Mada 2012 é realizado através da Lei Câmara Cascudo de Incentivo à Cultura, com patrocínios da Cosern/Neoenergia e Governo do Estado, Skol, e apoio da marca de cosméticos Natura, que vai estacionar seu Caminhão Perfumaria dentro do festival Mada. O evento ainda contará com um espaço “front stage” coordenado pelo Peppers Hall.

O melhor acesso para o estádio João Câmara, situado na avenida Esplanada Silva Jardim, é pela Duque de Caxias, na altura do Banco do Brasil. Os portões serão abertos às 19h30. Logo na entrada, os visitantes poderão apreciar a tradicional Feira Mix, come expositores locais. Para dinamizar os shows, será mantida a estrutura de dois palcos para revezamento. 

De volta ao bairro, o Mada adere ao Movimento Ribeira Território Criativo, que busca melhorias e recuperação do bairro que é berço da cidade Natal.

Na primeira noite, o Mada apresenta um time que vai do samba-rock de Seu Jorge, com direito ao rapper inventivo Criolo. De Penambuco, a novidade é Tibério Azul, iniciando turnê por aqui. Da música potiguar, o festival aposta em Talma e Gadelha, Letto, Rosa de Pedra, Peaceful Pants e Manifestarte.  A banda portuguesa The Gift se apresenta no sábado e divide as atenções com Agridoce, projeto de Pitty e seu parceiro musical Martin, Forfun (RJ), Monomotor (CE) e os potiguares Júlio Lima, Tai e 2 Polos.