Às vésperas da estreia, joelho de Arthur preocupa

Publicação: 2019-06-12 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A situação do volante Arthur preocupa o departamento médico da seleção brasileira às vésperas da estreia na Copa América. O jogador foi submetido a exames de imagem no joelho direito na última segunda-feira e ficou fora do treinamento de ontem no estádio do Pacaembu, em São Paulo.

Arthur deixou o jogo contra Honduras machucado após sofrer uma pancada forte no joelho
Arthur deixou o jogo contra Honduras machucado após sofrer uma pancada forte no joelho

Ao contrário do que o técnico Tite afirmou no último domingo, a lesão não é tão simples como se imaginava. O volante do Barcelona continua em observação e, inclusive, pode não atuar na estreia do Brasil na competição continental, marcada para esta sexta-feira, às 21h30, diante da Bolívia, no estádio do Morumbi, em São Paulo.

A CBF tem até a noite desta quinta-feira para comunicar à Conmebol um possível corte de Arthur da lista de convocados da Copa América - o prazo limite é 24 horas antes da estreia da seleção no torneio.

Arthur sofreu uma pancada no joelho direito durante o primeiro tempo da goleada por 7 a 0 sobre Honduras, no último domingo, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. Ele levou um carrinho do hondurenho Quioto no primeiro tempo e deixou o campo de maca, reclamando de dores. O adversário foi expulso por causa do lance.

O jogador do Barcelona é peça fundamental no esquema tático de Tite. Cabe a Arthur fazer a ligação entre o meio de campo e o ataque. Sem o jogador, o treinador tem duas opções: Fernandinho, do Manchester City, e Allan, do Napoli. No amistoso contra Honduras, o segundo substituiu Arthur e sua atuação foi elogiada pela comissão técnica.

A seleção já perdeu um jogador por lesão para a Copa América. Neymar rompeu os ligamentos do tornozelo direito durante amistoso contra o Catar, na última quarta-feira, em Brasília, e para o seu lugar Tite convocou Willian, do Chelsea.

Arbitragem
A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou nesta terça-feira quem será o árbitro da estreia do Brasil na Copa América, nesta sexta, contra a Bolívia. O designado para trabalhar na partida no estádio do Morumbi, em São Paulo, será o argentino Nestor Pitana, de 43 anos, nome de destaque na arbitragem internacional e responsável por atuar em partidas importantes da última Copa do Mundo, como a abertura (Rússia x Arábia Saudita) e a final (França x Croácia).

Pitana está no quadro de árbitros da Fifa desde 2010 e tem duas Copas no currículo. No Mundial do Brasil, em 2014, o argentino trabalhou em quatro partidas - a principal delas o confronto no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, entre França e Alemanha, pelas quartas de final. Já na Rússia, no ano passado, ele atuou em cinco compromissos. O árbitro também trabalhou na Copa América do Chile, em 2015.





continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários