Ítalo Ferreira surfa em prancha emprestada, de jeans e vence bateria no Japão

Publicação: 2019-09-10 15:17:00 | Comentários: 0
A+ A-
O potiguar Ítalo Ferreira chegou na praia de Myasaki faltando 9 minutos para o fim da sua bateria de estreia nos Jogos Mundiais de Surfe da ISA (Associação Internacional de Surfe). Pela correria - muito em conta das adversidades desde que teve o carro e passaporte furtados no EUA - sua única opção era ir pro mar o quanto antes. O roteiro dramático teve final feliz, com vitória de Ítalo sobre três adversários, com direito a bermuda jeans e prancha emprestada de Filipe Toledo.

Italo Ferreira

A competição no mar japonês é um evento obrigatório para os atletas que sonham disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio no próximo ano. Além de Ítalo e Filipinho, o Brasil também é representado por Gabriel Medina."Do aeroporto direto pra bateria. Uma das coisas mais loucas que já fiz", disse o potiguar em sua conta oficial no Instagram.

Além dos problemas com a documentação, o potiguar viu seu voo atrasar por conta de um pouso forçado em Nagasaki. O motivo eram tufões que impedirem o desembarque em Tóquio, destino previsto no início da viagem que partiu de Santa Monica, nos EUA. Sem tempo para aguardar e recolher suas pranchas, seguiu direto para o local do evento, vestindo apenas a camisa de lycra e correndo para o mar com os improvisos.

Mesmo com as condições adversas, Italo somou 13,46 pontos - com direito a uma onda de 8,33, a melhor de toda a bateria. O potiguar levou a melhor sobre o argentino Leandro Usuna, o mexicano Dylan Southworth e o noruguês Frode Goa. Quando entrou no mar, Usana liderava com 12,6 pontos.

Passaporte furtado
Na semana passada, o potiguar teve carro e passaporte furtados em Los Angeles, um dia antes da data prevista para o embarque para o Japão. Após uma campanha na internet para localizar a documentação, restou a Ítalo os trâmites burocráficos de refazer toda a documentação. O potiguar até conseguiu fazer um passaporte de emergência, mas ainda precisava dos novos vistos de Japão e EUA. Após a correria, voou até o Japão no último domingo e foi premiado pela vitória na bateria.


continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários