ABC conquista vantagem na decisão

Publicação: 2012-02-24 00:00:00 | Comentários: 6
A+ A-
A sina do América continua contra o ABC. Desde a chegada de Leandro Campos ao comando do alvinegro, foram oito clássicos, com sete vitórias abecedistas e um empate. Um desses triunfos foi na noite desta quinta-feira, em jogo válido pela primeira partida da decisão do primeiro turno do estadual. Mesmo jogando fora de casa, no estádio de Goianinha, o time de Ponta Negra venceu o alvirrubro por 1x0, com gol do zagueiro estreante Alison, aos 36 minutos do primeiro tempo e agora depende apenas de um empate no confronto de domingo, no Frasqueirão, para ser campeão. Se a equipe americana vencer por um gol de diferença, a decisão vai para os pênaltis. Qualquer outro resultado a favor dos rubros, a taça vai para a equipe do Tirol.



O primeiro tempo foi todo da equipe do América. A equipe comandada por Flávio Araújo entrou em campo decidida a marcar logo no início. A marcação pressão fazia com que o ABC não conseguisse sair do seu campo de defesa. Aos dois minutos Júnior Xuxa roubou a bola no meio campo e lançou Isac, que invadiu a área mas chutou por cima do gol de Camilo. Aos 12 minutos Soares dominou n entrada da área e chutou forte, quase acertando o ângulo do gol abecedista. Em seguida, o mesmo Soares invadiu a área e chutou rasteiro, para a grande defesa de Camilo. Até a metade do primeiro tempo, o ABC só saia no lançamento direto da zaga para o ataque, enquanto o América jogava pelas laterias, principalmente com Wálber. O primeiro lance de perigo do ABC aconteceu apenas aos 30 minutos, quando Washington dominou na entrada da área e tocou para Jérson, que chutou forte para a grande defesa de Fabiano. Mas, aos 36 minutos o goleiro americano não conseguiu evitar o gol alvinegro. Raul cobrou falta da esquerda e Alisson subiu mais que a zaga americana para desviar e abrir o placar.

Logo em seguida, falta para o América. Jairo cobrou com força, a bola desviou na zaga do ABC, e Camilo, no reflexo, fez a defesa. A bola ainda bateu no travessão antes de sair.

No segundo tempo, o ABC voltou disposto a segurar a partida, marcando forte no meio campo e tentando sair no contra-ataque. O jogo caiu tecnicamente. Enquanto o América insistia em jogar pelo meio com Jairo e Júnior Xuxa, o ABC aposta em Adriano Pardal, para assustar a defesa do América. A única chance de gol foi com André Beleza, com um chute aos 43 minutos, que Camilo fez grande defesa.

“Conseguimos um grande resultado, mas que não define nada. Temos que descansar e buscar um resultado positivo, domingo, para evitar os pênaltis e conquistar o título”, disse o volante Bileu, do ABC.

“ Criamos muito mais chances e não conseguimos marcar. Agora é buscar o resultado no Frasqueirão”, afirmou Flávio Araújo, técnico do América.

“Jogo com um grau de dificuldade muito grande, o América uma equipe muito certinha no aspecto tático. Penso que a somatória geral foi um jogo igual com oportunidades iguais para as duas equipes por mais que o América tivesse tido um maior volume de jogo, mas nos contra-ataques nós tivemos condições inclusive de ampliar o placar. No geral o ABC talvez não tenha sido melhor, mas o ABC foi mais competente porque fez o gol e não tomou. Demos um grande passo na busca do título do turno mas precisamos entender que o segundo jogo vai ser o grande jogo”, disse Leandro Campos.

Tranquilidade imperou entre os torcedores

O clima de tranquilidade antecedeu a entrada dos torcedores de América e ABC para o clássico decisivo do primeiro turno do Campeonato Estadual. Primeiro, três torcedores dos dois times distribuíram parte de dois mil panfletos da “Blitz da Paz”, no posto da Polícia Rodoviária Federal, na BR-101 a altura da entrada para a Lagoa do Bonfim, com a torcida que se deslocava para Goianinha em automóveis particulares ou em ônibus com torcidas organizadas.

“A gente não faz parte de nenhuma torcida organizada e pedimos o apoio a PRF para fazer a campanha”, disse Daniel Morais, que é torcedor do América e estava acompanhado de outro torcedor americano, Augusto Varela e do torcedor do ABC, Roberto Barbosa, conhecido no seio da torcida alvinegra como “Bora Porra”.

Alguns contratempos na entrada do estádio Nazarenão apenas para os idosos, que não ingressos de meia nas bilheterias, como José Cordeiro, que veio com outros quatro companheiros no próprio automóvel: “Já vim três vezes aqui e comprei ingresso na hora”, lamentava ele, que não comorou ingresso antecipado em Natal: “O presidente Alex Padang disse que podia vir, que tinha ingresso, mas fui pego de surpresa”. A venda no estádio foi proibida pelo Ministério Público.

José Cordeiro não quis comprar ingresso inteiro a R$ 40,00, mas cambistas como Cícero Felipe, que veio de Natal, estava vendendo ingresso pela metade do valor “pra evitar um prejuízo maior”. Para i cambista, a boia dos ingressos foi em decorrência da ausência da torcida do ABC.

A gente deu garantia aos torcedores e acredito que o mesmo esquema pode ser feito com relação aos jogos da serie “B”, a exemplo do que foi na serie “C”, com o próprio América, em 2011: “O probleminha que houve contra o Payssandu serviu de lição para que em outros eventos como esse de ABC x América houvesse precaução”.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários

  • diogovs20031

    tô pra ver alguém fazer um comentário mais sem sentido que esse guimaraesgac@...

  • EWERTONS

    Mamãe eu quero,Mamãe eu quero,Mamãe eu quero ganhar, já faz três anos,já faz três anos,já faz três anos que eu só faço apanhar! kkkkkkkkkkkkkkk

  • guimaraesgac

    Caro Marcos Lopes, mais uma vez o Dragão não conseguiu "chamuscar" (derrotar) o Elefante em pleno Nazarenão. O elefante muito esperto, toda vez que enfrenta o Dragão, enche sua "tromba d'água" (com muita sorte) e consegue apagar o seu "fogo" (bom futebol)que apresentou nos últimos quatros jogos. O Dragão está igual "aquele cara que era um um grande amante (dava duas, até três) na cama com uma prostituta, quando era com sua mulher, a ejaculação precoce acabava com tudo". Sintetizando:"Com times pequenos e medianos conseguiu vencer a maioria, contra os grandes, não vence por causa da incompetência de seus atacantes, a bola bate na trave, etc". Deu para entender, não?. Guimarães é Servidor Público Estadual e trabalha na Governadoria.

  • luciannok

    "O ABCCCC é o calorrrr que aquece a frasquieraaaa!!! O ABC tem o sabor de quem tem estrelaaaa ... lá, lá, lá, lálálá....

  • robertowagner18

    Paquitas....Anotem mais seis anos sem ganhar o Estadual.kkkkkk

  • e-veraldo-o

    ME ENVERGONHO DE TORCER POR ESSA TIMINHO...ATENÇÃO ABC, TEM ESPAÇO AÍ PARA UM EX AMERICANO ? PARABÉNS A TORCIDA ABECEDISTA QTO AO AMÉRICA, MUDEM A COR DESSA CAMISA, ADOTEM O BRANCO COM PRETO, QUEM SABE ASSIM, NÃO TREMEM TANTO