ABC: Diá indica que preparo físico definirá o time

Publicação: 2020-07-15 00:00:00
A+ A-
Em Salvador, na Bahia, o treinador Francisco Diá corre contra o tempo no sentido de preparar minimamente a equipe do ABC visando o importante confronto diante do CSA, no próximo dia 22. Para os potiguares, a vitória vale uma vaga na segunda fase da Copa do Nordeste, enquanto os alagoanos, sem chances de classificação, vão a campo apenas para cumprir tabela. O comandante alvinegro destaca que o tempo de inatividade dos atletas foi muito longo, chegando quase há quatro meses e, que, dentro desse cenário, não existe como recuperar um grupo em apenas dez dias de trabalho.

Créditos: ABCEm Salvador, jogadores do ABC passaram por novos testesEm Salvador, jogadores do ABC passaram por novos testes


A própria CBF aponta para necessidade da realização de uma semana cheia de trabalho, para cada mês que os atletas ficaram parados, mas essa conta não irá fechar para o ABC, que possuirá apenas um terço do período considerado como aceitável, dentro dessa nova situação no futebol.

“Queríamos ter a oportunidade de realizar uma intertemporada digna, em igualdade de condições com os demais clubes. Se formos ver direito, o futebol no RN só foi liberado para voltar as atividades quatro meses após o primeiro decreto de isolamento social. É muito tempo parado em se tratando de atletas e forçado a trabalhar apenas dez dias antes do primeiro jogo, deixa a situação do ABC muito delicada, pelo fato de os nossos adversários virem treinando a mais tempo. Não posso cobrar de nenhum membro da nossa comissão que eles deixem essa turma pronta para jogar em dez dias, não tem como”, disse Diá.

O comandante abecedista, ciente de que qualquer deslize será fatal a pretensão do clube potiguar na disputa, a alternativa encontrada está sendo identificar aqueles atletas que conseguiram se preparar melhor no tempo da pandemia e mandar esse grupo para o jogo.