ABC finaliza testes e desinfecta o CT

Publicação: 2020-07-02 00:00:00
A+ A-
Se está à mercê da avaliação do comitê científico e das autoridades sanitárias do RN, que ainda não definiram a liberação dos treinos nos clubes de futebol, o ABC, pelo menos, descruzou os braços e concluiu a primeira fase da testagem do elenco profissional. O médico Fábio Freire disse que o resultado dos exames devem sair hoje e que num prazo de dez dias ocorrerá uma nova sessão de testes para separar os grupos de trabalho entre atletas que já se infectaram e estariam imunizados quanto a Covid-19 e os atletas que ainda não tiveram contato com o novo coronavírus.

Créditos: ABCAlojamentos usadoss pelos atletas foram incluídos no processoAlojamentos usadoss pelos atletas foram incluídos no processo


“Apenas após a retestagem é que os jogadores poderão ser liberados para os treinamentos em grupo. Acredito que sendo divulgado o resultado dos testes até o início da tarde de hoje, a noite já teremos condições de realizar a segregação dos atletas”, disse Fábio Freire.

Apostando que a FNF vai vencer essa espécie de queda de braços que a entidade vem travando com as autoridades da área de saúde, visando a liberação dos treinamentos nos clubes de futebol, a diretoria abecedista já vem realizando o trabalho de desinfecção do complexo de treinamento alvinegro. A diretoria fechou contrato com a Vapour, empresa especializada na higienização e desinfecção de ambientes, que já iniciou o procedimento.

O treinador Francisco Diá trabalha com a possibilidade de a liberação dos treinos ocorrer até o final de semana, uma vez que o clube vem tomando todas as medidas necessárias para oferecer o máximo de segurança aos atletas e demais profissionais que serão liberados a circular pela área de trabalho.

Créditos: ABCEquipe especializada também agiu nas áreas comuns do CTEquipe especializada também agiu nas áreas comuns do CT


Diá já vê o adversário do jogo decisivo para o clube potiguar, na Copa do Nordeste, trabalhando, enquanto aqui o Alvinegro iniciou apenas o período de exames. O comandante abecedista ressalta que para um jogo que deve ocorrer em meados de julho, o fato de uma equipe ter uma semana a mais de trabalho que a outra, pesará muito durante a partida. O CSA vai apenas cumprir tabela na competição regional, enquanto o ABC necessita da vitória para garantir vaga na segunda fase da Copa NE e injetar dinheiro novo no caixa do clube.