ABC mantém tabu, vira o jogo contra o Goiás e se alivia

Publicação: 2017-06-17 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
OABC manteve a escrita de nunca ter perdido para o Goiás na série B e ontem, foi ao estádio Serra Dourada e interrompeu a série de três vitória consecutivas dos goainos vencendo, de virada, 2 a 1. Carlos Eduardo marcou para o time da casa, enqunto Caio Mancha e Dalberto garantiram os importantes três pontos para o Alvinegro.

O time comandado por Geninho voltará a campo na próxima terça-feira, quando recebe o CRB pela oitava rodada, no Frasqueirão. Cleiton com o terceiro cartão amarelo, está suspenso e não joga.

Caio Mancha demonstrou oportunismo e na hora do sufoco lutou muito para conter os goianos
Caio Mancha demonstrou oportunismo e na hora do sufoco lutou muito para conter os goianos

O  ABC começou a partida disposto a mostrar ousadia, mas sofreu um susto logo quando com um chute de meia distância, Thiago Luís acertou um balaço no travessão do gol defendido por Edson. Mostrado o cartão de visita, numa investida, aos 9 minutos, o garoto Léo Sena fez excelente jogada, passou como quis pelo seu marcador e da linha de fundo e serviu Carlos Eduardo, que se antecipar a Anderson Pedra e bateu no canto direito do goleiro abecedista para fazer 1 a 0.

O Goiás ensaiava se apoderar da situação dentro de campo, mas veio um golpe que desnorteou a equipe no resto da primeira etapa. Numa saída de bola rápida, Gegê descolou um belo lançamento para Caio Mancha, que se aproveitou da defesa marcando em linha, para sair na cara do goleiro e tocar na saída de Marcelo Rangel, deixando tudo igual, aos 14 minutos.

Dai em diante, na dificuldade de encontrar espaços as duas equipes apelavam para os lançamentos longos, ligação direita entre goleiro e ataque. Só no finalzinho que ao conseguir encaixar dois contra-ataques, os potiguares chegaram na cara do gol, mas Erivélton, no primeiro lance, e Caio Mancha no segundo, não conseguiram dar o toque fatal.

No segundo tempo o ABC manteve a estratégia, os goianos continuaram com dificuldades, avançaram as linhas e acabaram surpreendidos aos 24, num contra-ataque mortal. Erivelton entrou na área e passou para Dalberto fazer 2 a 1. Na base do desespero, o time esmeraldino chegou com periogo algumas vezes, mas quando não parou em Edson, esbarrou na ansiedade.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários