ABC muda quase todo o time para tentar reação no Brasileiro

Publicação: 2019-06-26 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O ABC entra no segundo turno da Série C do Brasileiro com a obrigação de conquistar 78% dos pontos que ainda tem a disputar para se livrar do rebaixamento, meta que passou a ser a maior preocupação do clube devido a desastrada campanha realizada até este momento na competição. Sonhar com a conquista de uma vaga no G-4 hoje, passou para o campo dos milagres e, buscando enfrentar essa realidade, o treinador Roberto Fernandes vai trazendo algumas peças de confiança para tentar modificar o quadro.

O treinador do Alvinegro, Roberto Fernandes afirma que quer trocar o espírito de derrotas na equipe por um time vencedor
O treinador do Alvinegro, Roberto Fernandes afirma que quer trocar o “espírito” de derrotas na equipe por um time vencedor

Perto de poder contar com Wallyson, ele perdeu Jackson Caucaía que abriu mão de todos os direitos em acordo, assinou a rescisão contratual e deixou o clube. Ao saber da insatisfação do atleta, o comandante alvinegro aprovou a saída, uma vez que não deseja manter no grupo ninguém que não esteja com a cabeça voltada para as necessidades do ABC. Porém, uma nova solicitação do treinador foi atendida, a diretoria confirmou o acerto com o zagueiro Richardson, ex-atleta de Fernandes no América-RN, onde foi revelado e que teve passagem pelo Campinense e pelo Alecrim. Além dele, o volante Caio César, que atuou pelo ASA de Arapiraca, na Série D, foi contratado.

Valdemir que está em negociação com um clube do futebol dinamarquês, procurou o supervisor abecedista, Cleber Romualdo, que aguarda confirmação do Internacional, detentor dos direitos econômicos do jogador, para liberar o atleta.

A boa notícia dentro desse quadro onde as coisas necessitam ser resolvidas de forma urgente, para que o treinador possa oxigenar a equipe alvinegra, é que o clube já recebeu a liberação da federação carioca de futebol para regularização do atacante Lohan e aguarda que o mesmo seja realizado pela federação paranaense em relação a Dione. Cleber acredita que ambos estarão à disposição da comissão técnica para enfrentar o Náutico, sábado, no Estádio dos Aflitos.

“É sempre bom informar que a publicação do nome de um atleta no BID da CBF, mostra apenas que ele está regularmente inscrito na competição em disputa. Mas a condição de jogo só ocorre com a consulta que é realizada ao STJD, onde saberemos se existe alguma punição a ser cumprida pelo jogador. Caso não haja qualquer ocorrência, ambos poderão realizar suas estreias pelo ABC”, ressaltou Cleber Romualdo.

Quanto a Wallyson, o caso do jogador começará a ser tratado a partir do dia 1 de julho, quando abre a janela internacional. O atleta ainda possui contrato com o Maldonado que ficou de dar entrada com os papeis da liberação junto a Federação Uruguaia de Futebol, assim que o ABC registrar o contrato com o jogador. A diretoria trabalha a estreia do ídolo alvinegro diante do Treze-PB, no próximo dia 6 de julho, no Frasqueirão.

“Chegando à liberação do clube uruguaio esse processo será rápido e acredito que na primeira semana mesmo o atleta estará regularmente inscrito para disputar o Brasileiro. Wallyson é o único caso pendente, Bruno Turco já possui condições de jogo e há algum tempo está à disposição da comissão técnica. O caso dele era diferente do caso de Wallyson, ele havia assinado a rescisão há mais tempo com o Maldonado”, explicou Cleber Romualdo.




continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários