Esportes
ABC nega venda de mando de jogo contra o Flamengo
Publicado: 00:00:00 - 23/07/2021 Atualizado: 10:13:24 - 23/07/2021
Tudo não passa de um grande boato. Foi dessa forma que o vice-presidente de marketing do ABC, Roberto Medeiros, reagiu às notícias dando conta de que o ABC estaria negociando o mando de campo para o confronto contra o Flamengo, pela Copa do Brasil, por um valor de R $1,6 milhão de reais. O dirigente abecedista ressaltou que tal proposta jamais chegou ao clube potiguar e antecipou que a partida se tiver de mudar de local, no máximo, será para a Arena das Dunas.

Divulgação
Roberto Medeiros disse que no marketing não chegou proposta

Roberto Medeiros disse que no marketing não chegou proposta


Segundo Roberto Medeiros a versão original da história foi a consulta realizada ao governo do RN sobre a possibilidade de liberar inicialmente pelo menos 20% da capacidade do Frasqueirão ou da Arena das Dunas, caso a CBF seguisse os passos da Conmebol e liberasse a presença de torcedores nos estádios.

“Nós fomos procurar o governo com uma certa antecedência porque poderia ser que a CBF resolvesse copiar o que já foi realizado pela Conmebol, que liberou a presença de público nos estádios nas partidas válidas pelas Copas Libertadores e Sul-americana. Mas realmente não passou disso, alguém pode ter pego essa história no ar e vazado para imprensa de forma equivocada”, disse.

Caso houvesse a liberação de público, o confronto deveria ser realizado na Arena das Dunas. A questão aí é puramente matemática para explicar a decisão da diretoria alvinegra.

“Com a capacidade que temos atualmente no Frasqueirão, 20% iria corresponder a liberação da presença de 3.200 torcedores, logo seria muito mais vantajoso para o clube mandar o confronto contra o clube carioca para Arena das Dunas, onde o ABC poderia colocar o dobro do público que seria liberado para o seu estádio (6.400). Apenas isso foi conversado, nada além”, reforçou o vice de marketing abecedista.

O presidente da Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF), José Vanildo, avisou que não haverá possibilidade da liberação de público nos estádios para as oitavas de final da Copa do Brasil. O que ocorreu no estádio Mané Garrincha, em Brasília, foi numa partida da Conmebol.

“Os jogos do ABC contra o Flamengo e todos os demais da fase de oitavas de final da Copa do Brasil serão realizados com os portões fechados. A CBF acena com a possibilidade de iniciar a fase de teste com a presença de público a partir das quartas de final da competição. A regra atual vale para todo Brasil, quando a liberação ocorrer será válida em todo território nacional, para evitar que haja prejuízo técnico às equipes", explicou José Vanildo.








Leia também