Cookie Consent
Esportes
ABC promete “gás extra” pela vitória
Publicado: 00:00:00 - 23/04/2022 Atualizado: 22:47:53 - 22/04/2022
O ABC encerra hoje uma maratona que iniciou justamente no dia 2 de abril, quando a equipe entrou em campo para enfrentar o Potiguar, na semifinal da Copa RN. Daí em diante, o Alvinegro passou a jogar duas vezes por semana, em confrontos todos com caráter decisivo e, apenas agora, quando acabar o jogo previsto para ter início às 21h no Frasqueirão, o treinador Fernando Marchiori contará com tempo hábil para promover a recuperação do grupo. A novidade na equipe que irá a campo será a presença de Wallyson, cujos advogados do clube tiveram sucesso em transformar a metade da pena de seis jogos em multa no STJD. Para fortalecer e aumentar o elenco, a diretoria anunciou as contratações do zagueiro Patrick e do meia Geovani, que chegam por empréstimo cedidos pela Portuguesa-SP.

RENNÊ CARVALHO
Wallyson não atua desde a decsião do Campeonato Potiguar

Wallyson não atua desde a decsião do Campeonato Potiguar


Tamanha exigência vem cobrando um preço alto para a equipe potiguar que não apresentou forças suficientes para buscar a vitória diante do Paysandu, na última terça-feira, amargando o primeiro empate como mandante numa competição que exige um saldo bastante positivo dos clubes nas partidas dentro de casa. O treinador Fernando Marchiori procurou poupar o grupo o máximo que pôde durante os dias de trabalho e acredita que terá um grupo melhor preparado diante do clube paraibano, na partida válida pela terceira rodada da Série C.

"Graças a Deus conseguimos entrar na competição com o pé direito, realizamos um grande primeiro tempo diante do Ferroviário, garantimos pontos importantes. Agora veio esse jogo contra o Paysandu, muito desgastante devido ao grande número de jogos seguidos que enfrentamos, onde o desgaste pesou e o grupo sentiu o ritmo da partida”, confirmou o zagueiro Richardson.

O defensor ressalta que mesmo sem ter o período ideal de descanso e preparo para os confrontos, com o encontro deste sábado fecha um ciclo forte de partidas, aqueles que estiverem em campo poderão dar um gás a mais porque sabem que terão um período de descanso ideal. “Passando esse jogo contra o Campinense, quando teremos um intervalo maior entre os jogos, poderemos render mais. Teremos a chance de trabalhar e colocar em prática aquilo que o nosso treinador deseja, além da oportunidade de descansar. É notável que todos estão bem desgastados, mas temos de ter um início forte na Série C e iremos buscar dar o nosso melhor para deixar o campo hoje com mais três pontos", disse.

Tabela
O jogador abecedista lembra da necessidade de ter um início forte no Brasileiro, quando boa parte das equipes estão reiniciando o trabalho enquanto o clube potiguar tem a oportunidade de dar prosseguimento ao iniciado ainda no Campeonato Estadual. Além do mais, como não existe jogo de volta na fase dentro da nova formatação da Série C, esse choque contra os paraibanos tem de ser visto como uma duelo por uma das vagas na parte de cima da tabela.

 "A partida contra o Campinense temos de encarar como mais um confronto direto, uma vez que sabemos que eles também vão estar brigando para garantir uma vaga na segunda fase. Então, como temos a vantagem de atuar dentro de casa, temos a obrigação de tentar fazer valer o nosso mando de campo. Espero que o nosso time realiza outra grande partida para sair com os três pontos", frisou.

Quanto ao novo posicionamento em campo, depois que Fernando Marchiori optou por montar a equipe com três zagueiros, Richardson disse não estar encontrando problemas e que o importante é poder estar dando o melhor para ajudar o clube a conquistar os seus objetivos.

 "Atuar com três zagueiros fechando o lado pela lateral-direita não é novidade. Aqui mesmo no ABC cheguei a atuar nas duas laterais então a gente acaba por se adaptar à nova função. Independente da forma como tenha de atuar, estarei buscando sempre dar o melhor dentro de campo para ajudar os meus companheiros e a equipe", afirmou.

Envolvido nas semifinais do Campeonato Paraibano, o Campinense iniciou uma maratona de jogos decisivos e levou a melhor contra o Sousa no primeiro dos dois jogos para apontar um dos finalistas da competição estadual. O grupo do treinador Ranielle Ribeiro não teve um período ideal de descanso e, ainda assim, veio para Natal disposto a arrancar pontos do ABC.

O lateral-direita André Mascena, que teve a oportunidade de enfrentar o Alvinegro quando defendia o Atlético-CE, disse que o Rubro-Negro vem de uma série muito boa de resultados, já acumula duas vitórias na Série C (Atlético-CE e Brasil-RS) e vai a campo disposto a manter o excelente aproveitamento.

“Tem tudo para ser um jogo bom. Eles jogam em casa, provavelmente com o estádio lotado. A torcida deles costuma comparecer em peso, o que gera uma dificuldade enorme para o time visitante. A gente tem que pontuar, vamos tentar roubar pontos deles, é esse o objetivo”, revelou Mascena.

Ranielle não deve realizar modificações em relação ao grupo que foi a campo contra o Sousa, o Campinense é vice-líder da Série C e o objetivo é se manter no pelotão de elite do Brasileirão, por isso, até o empate vem sendo avaliado como um bom resultado. 

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte