ABC sofre para trazer reforços

Publicação: 2011-08-03 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A direção do ABC vem encontrando dificuldades para reforçar o elenco para o restante da disputa da série B do Brasileiro.  Até o novo patrocinador do clube, de renome nacional, vem ajudando na tentativa de novas contratações, mas, a cada nome sondado, um obstáculo aparece. O zagueiro Rafael Caldeiro, de 21 anos, que está no Santos/SP, se dispôs a vir jogar em Natal, mas, desistiu de último hora, porque a sua mãe está com câncer. O jogador, inclusive, está cogitando parar com o futebol, para se dedicar a recuperação da sua mãe.  Com isso, o alvinegro potiguar foi atrás de atletas do Vasco da Gama, que também é patrocinada pela distribuidora de combustíveis do Rio Grande do Norte.
O presidente do ABC, Rubens Guilherme confirma que o clube trabalha com o patrocinador, mas diz que aval é de Leandro Campos
Da conversa com os dirigentes cariocas, dois nomes surgiram:  Caíque, atacante e Enrico, meio-campo. Mas, o Vasco envolveu dos atletas em uma negociação com o Avaí/SC, onde o zagueiro Gustavo veio para a equipe carioca. “Mesmo com todas essas dificuldades, queremos trazer jogadores ainda no primeiro turno. Nosso planejamento é chegar no segundo turno com, no mínimo, 30 pontos e assim, trazer as peças necessárias para brigar por uma das vagas para a série A do próximo ano”, afirmou Rubens Guilherme, presidente do ABC.

O próximo alvo do clube potiguar pode ser um atacante do  São Paulo, que também é patrocinado pela mesma distribuidora de combustíveis. Mas, antes de qualquer acerto com os reforços, o principal, de acordo com o mandatário alvinegro, é o perfil desejado por Leandro Campos, técnico do ABC. “Temos que ver se o jogador se encaixa no que o nosso treinador precisa e também se está pronto para jogar, assim como Geílson, que chegou na quarta-feira e já jogou na sexta-feira. Não vamos trazer nenhum jogador que venha dar prejuízo ao nosso clube”, avisou.

Geílson, inclusive, tem grandes chances de se tornar o novo titular do ataque alvinegro, contra o Icasa, no próximo sábado.  Seja ao lado de Leandrão, que está em fase final de recuperação de uma contusão na coxa, seja ao lado de Éderson, autor de dois gols nas últimas duas partidas. O atacante, que vinha sendo preterido por Leandro Campos, que apostava em Malaquias, afirmou que nunca deixou de trabalhar forte, mesmo não gostando da condição de renegado. “ Ficava triste quando não era relacionado, mas, mesmo assim, sempre trabalhei forte, para quando tivesse a oportunidade, entrar em marcar os gols que o ABC precisava”, revelou.

O lateral-esquerdo Renatinho Potiguar, que cumpriu suspensão, está confirmado na equipe titular. “Estou de volta e espero com o pé direito. Quer dizer, no meu caso, o esquerdo. Estou ansioso para poder ajudar o ABC a dar a volta por cima dentro da competição”, finalizou Renatinho.

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários