Aeroporto Aluízio Alves está funcionando normalmente, diz Inframérica

Publicação: 2018-05-24 18:40:00 | Comentários: 0
A+ A-
A Inframérica, empresa que administra o Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, confirmou que o terminal está funcionando de forma regular. Em nota, a assessoria de imprensa afirmou que as reservas de combustíveis seguem disponíveis para manutenção das operações.

"A concessionária monitora a situação dos protestos nas rodovias federais e estaduais e acompanha a situação de restrição na disponibilidade de combustível para aeronaves em outros aeródromos", diz a nota.
O hub dos Correios movimentaria, a partir do aeroporto Aluízio Alves, cargas procedentes de outros países para as regiões Norte e Nordeste e parte do Centro Oeste
Terminal ainda não foi afetado pela paralisação dos caminhoneiros

Em outros estados brasileiros, a paralisação dos caminhoneiros resultou na restrição de combustível de aviação e cancelamento de voos. A Azul Linhas Aéreas cancelou os voos entre Natal e Recife, já que o aeroporto da capital pernambucana é um dos mais afetados pela falta de combustíveis.

Mais cedo, a Latam Brasil ampliou a lista de aeroportos em que a companhia verifica restrições para operar: agora, são os de Brasília, Goiânia, Ilhéus, Recife, Teresina, Confins e Porto Alegre. Porém, a aérea afirma que a situação ainda não tem impactado seus voos.

Conforme anunciado na quarta-feira, 23, à noite, a Latam Brasil oferecerá isenção da cobrança de taxa de remarcação e das diferenças tarifárias da passagem para nova data à escolha do cliente e, sem multas, em voos domésticos com partidas, chegadas ou conexões programadas para os aeroportos onde há restrições de abastecimento de combustível de aviação.

A Gol informa que ainda não registrou, até o momento, atrasos ou cancelamentos de seus voos. Apesar disso, a companhia destaca que está aplicando medidas de contingência em toda operação, "mantendo as ações necessárias para minimizar os impactos aos seus clientes".

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários