Aeroporto em São Gonçalo exige inglês e carros novos

Publicação: 2014-05-15 00:00:00
Se, por um lado, os taxistas do Aeroporto Augusto Severo procuram uma solução para o fim da exploração dos serviços no terminal, os profissionais de São Gonçalo do Amarante contam os dias para começarem a trabalhar na nova praça de aviação civil da Grande Natal. Os 120 taxistas que atuarão lá foram selecionados através de provas classificatórias. Entre as exigências do consórcio que gere o aeroporto, os profissionais devem ter pelo menos uma segunda língua: inglês ou espanhol.
Aeroporto Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo: primeiros voos previstos para o dia 22
“Hello. A gente aprendeu o básico”. O taxista Valdecir Amador Soares está na profissão há 27 anos. Ele passou os últimos dois anos estudando inglês, preparando-se para uma nova oportunidade na carreira. Atualmente, seu ponto fica localizado no Hospital Santa Catarina. Além dele, outros sete taxistas da área irão para o aeroporto. “Mas não vai faltar gente aqui”, complementa, lembrando que a cidade tem mais de 700 taxistas.

saiba mais

Os taxistas também tiveram que investir em carros novos. De acordo com o presidente da Coopcon, José Anchieta. Em até dois anos, todos os táxis em funcionamento no aeroporto serão do modelo Spin, da Chevrolet. “De início, 80 já vão comprar. Os outros, como ainda tem carros muito novos, vão trocar dentro desse prazo”, explicou. Somando os investimentos dos taxistas, mais de R$ 2,5 milhões estão sendo financiados. De acordo com o diretor do Demutran (Departamento Municipal de Trânsito de São Gonçalo), Paulo Roberto, a exigência pelo modelo ocorreu devido principalmente à capacidade para levar as bagagens dos clientes. Valdecir já comprou o dele, financiado. O carro já está inclusive com os novos adesivos, identificando a nova praça dele. “No dia que o aeroporto começar a funcionar, teremos que estar lá”, conta.

 Além dos veículos, os cooperados irão investir na construção de uma nova sede, ao custo de R$ 325 mil. O espaço com estacionamento, sala de descanso, cozinha, banheiros e escritório, funcionará em terreno cedido pela Inframérica. Até, agora, no entanto, as obras não iniciaram. Enquanto a sede não estiver pronta, os taxistas ficarão no estacionamento do aeroporto.

Ainda de acordo com Anchieta, motoristas devem ser contratados para os táxis, visto que as operações duram 24h. Porém não há previsão de quantos empregos serão gerados. É possível inclusive que os motoristas que trabalham hoje em Parnamirim possam trabalhar lá. “Os motoristas sim. Os táxis não. Mas para trabalhar, precisa cumprir as normas: saber falar outra língua e ter curso de taxista”, comenta.

O preço tabelado, com o qual os profissionais trabalharão, visa principalmente a segurança, conforme o presidente da cooperativa. “O passageiro paga no box e segue viagem. É mais seguro para ele e o taxista, que não andará com o dinheiro, com o risco de ser assaltado”, coloca.

Inauguração
Apesar da previsão de início das operações no dia 22, não há confirmação se a solenidade de inauguração do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante ocorrerá na mesma data, de acordo com as fontes oficiais consultadas pela reportagem, como o consórcio Inframérica, a Secretaria de Aviação Civil (SAC), a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). 

O novo aeroporto deverá ficar responsável pelos voos comerciais do Estado, durante a Copa, o que inclui 274 novos voos para Natal liberados pela Anac para o período. O Augusto Severo, por sua vez, poderá receber voos executivos. Conforme explicou o presidente da Infraero, Gustavo do Vale, em visita ao RN em março, está descartada a possibilidade de que o Augusto Severo receba voos comerciais na Copa. Quanto à forma como será usado após o evento, ainda não havia definição.

Entre outras possibilidades, foram cogitadas a destinação do Augusto Severo para a aviação militar ou, ainda, transformar a área em centro de convenções ou shopping.


O NOVO AEROPORTO
Prazos e informações relacionados ao empreendimento:

Início da obra: agosto de 2012
Localização: São Gonçalo do Amarante
Status da obra: 99% pronta
*Início da operação:
22 de maio de 2014

50 é o número de lojas
no terminal de passageiros.

850 vagas de estacionamento.
No Augusto Severo são 527.

*Duas datas já haviam sido anunciadas para o início da operação: 15 de abril de 2014 e 10 de maio de 2014. A nova data (22 de maio) foi divulgada no dia 22 de abril. A previsão é que o Aeroporto Augusto Severo deixe de receber voos comerciais quando o novo começar a operar.

Fontes: SAC / Inframérica / Arquivo TN, Infraero