AGU garante retorno ao trabalho de médicos peritos do INSS

Publicação: 2020-09-25 00:00:00
A Advocacia-Geral da União (AGU) conseguiu suspender, no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), uma liminar, de primeira instância, que impedia a volta dos médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) ao trabalho presencial. Agora, os profissionais que não fazem parte dos grupos de risco para a covid-19 ficam obrigados a retornar aos postos de trabalho. Após inspeções realizadas nesta semana, o INSS afirma que das 169 agências que possuem serviço de perícia médica, 111 já estão aptas a atender o público. Nesta quinta-feira (24), 421 peritos médicos retornaram ao trabalho. Eram esperados 763 servidores da categoria, ou seja, 342 não apareceram. O secretário Bruno Bianco alertou publicamente que quem não voltasse teria o ponto cortado, com reflexos na remuneração no fim do mês. As agências do INSS estavam fechadas desde o início da pandemia da covid-19. No dia 18 de setembro, o governo federal determinou que os peritos voltassem ao trabalho presencial. Cerca de 1 milhão de brasileiros esperam uma perícia.














Leia também: