Negócios e Finanças
Ainda com qualidade
Publicado: 00:00:00 - 27/11/2021 Atualizado: 23:53:04 - 27/11/2021
Luiz antônio felipe 
laf@tribunadonorte.com.br

A perda de qualidade de vida no Rio Grande do Norte é maior do que a média nacional, no período 2017/18. Mas, teve o terceiro melhor desempenho socioeconômico no Nordeste. Revela Pesquisa de Orçamentos Familiares do IBGE. Enquanto o Brasil registrou o valor de 0,158, o índice potiguar foi bem menor, de 0,205. Essa diferença em relação à média foi seguida pelos demais estados nordestinos, com o melhor desempenho em Sergipe (0,187) e o pior no Maranhão (0,260), no índice geral. As perdas ocorrem porque as famílias têm dificuldades em transformar integralmente todos os seus recursos em qualidade de vida.

ANÁLISE 
O progresso econômico está associado à renda disponível, que representa os valores com os quais as famílias contam no dia a dia. As famílias no RN apresentaram, no período de 2017 a 2018, R$ 964, no IDS, o que resultou numa diminuição de 20% da renda disponível e provocou perda na qualidade de vida medida. No Nordeste, o RN ficou atrás de Sergipe e Bahia.

PARA CIMA
Em outro indicador, agora da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia, a atividade econômica do País cresceu 2% em outubro na comparação com o mesmo mês de 2020. A estimativa consta do Indicador de Atividade Econômica (IAE), lançado pelo Ministério. A expansão foi puxada pelos serviços de informação, cuja atividade cresceu 8,4% em relação a outubro do ano passado. Em seguida, vieram os transportes, com expansão de 7,2%.

PARA BAIXO
A confiança da indústria cai em novembro em duas pesquisas, sendo que da Fundação Getúlio Vargas (FGV), vai ao menor nível desde agosto de 2020. Já na pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), a confiança recuou em 24 de 30 setores, em novembro. Na maioria dos setores, a percepção sobre as condições atuais da economia está negativa e as expectativas para os próximos seis meses mais moderadas.

CRÉDITO 
O estoque total de crédito no Brasil subiu 1,5% em outubro sobre setembro, a R$ 4,497 trilhões, cerca de 53,2% do Produto Interno Bruto (PIB). No mês, a inadimplência no segmento de recursos livres ficou estável em 3,0%. O spread bancário no mesmo segmento subiu a 23,1 pontos percentuais. O crédito encarece e os juros médios têm alta de 7,3 pontos. 

FOLHA DE MEIO MILHÃO
O Governo do Estado conclui o pagamento de novembro na terça-feira (30). Já adiantou uma parte com o depósito de mais de R$ 247 milhões na conta de 97 mil servidores, que corresponde a mais de 80% do funcionalismo. O salário integral será depositado para 22,8 mil servidores das pastas com recursos próprios e da Educação, além dos 70% restantes de quem ganha acima de R$ 4 mil, que somado ao valor de consignação, completam os quase R$ 248 milhões da folha de R$ 495,.327 milhões deste mês, quase meio bilhão de reais, uma cifra assustadora.

COTAÇÕES 
Os preços do petróleo desabaram ontem mais de 12% para US$ 68,17 o barril (+de US$ 10 em um só dia). A Petrobras pode reduzir os preços dos combustíveis. O dólar fecha em leve alta a R$ 5,586. O euro em R$ 6,326 (+1,46%). A Bolsa encerra o pregão em baixa de -3,21% a 102.413 pontos. Os mercados acionários da Ásia ficaram no negativo, ontem. A notícia sobre uma nova variante mexeu com o mundo dos negócios.

EXPOSIÇÃO 
O resultado financeiro da Festa do Boi 2021, apesar de inferior à exposição de 2019 (antes da pandemia), não foi de decepcionar. Sem shows e com menor número de leilões, a exposição é considerada um sucesso. Foram R$ 3,5 milhões dos leilões e R$ 22 milhões em financiamentos bancários. Sem contar com os negócios nos currais de gado puro e mestiço (coreia) e de caprinos e ovinos. Em 2022 a exposição completa 60 anos.

GASTOS 
Quase não teve viagens ao exterior no ano passado, por conta do coronavírus. O brasileiro votou a viajar mais neste segundo semestre, o que explica o aumento de 87% nos gastos no exterior, em outubro, comparado com o mesmo mês do ano passado. Mesmo com o dólar caro, os gastos somaram US$ 531 milhões, segundo o Banco Central. .

CARNAVAL 2022 
São dezenas de cidades no País que estão adiando o carnaval de 2022, entre as quais, algumas tradicionais em festejar. O Brasil já caminha para vacinar com duas doses 75% da sua população. Mas, outras variantes do Covid-19 estão surgindo e eleva o nível de preocupação das autoridades. Muitas também est]ao cancelando as festas de Ano Novo.

PRAZO 
Algumas entregas da Black Friday podem demorar até 30 dias, alertam os lojistas. As transportadoras não dão conta do volume. Já os Correios garantem que estão prontos para atender às expectativas do e-commerce nessa Black Friday 2021.Destaque para a capilaridade da estatal e sua condição de maior operador logístico do comércio eletrônico do País.

Os artigos publicados com assinatura não traduzem, necessariamente, a opinião da TRIBUNA DO NORTE, sendo de responsabilidade total do autor.

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte