Esportes
Alvinegro reclama da arbitragem
Publicado: 00:00:00 - 14/09/2021 Atualizado: 22:02:21 - 13/09/2021
A falta de VAR no momento decisivo da Série D já vem provocando um forte protesto do ABC, que segundo os atletas foi vítima de um erro grave do árbitro mineiro  André Luiz Skettino Policarpo Bento, que marcou uma penalidade inexistente para o Retrô, no minuto final da partida de ida do mata-mata. O treinador Moacir Júnior preferiu não fazer nenhum tipo de julgamento, ressaltando que do ângulo que viu o lance ficava difícil emitir alguma opinião, mas ressalva que se os atletas tiverem certos nas suas reclamações, o árbitro prejudicou feio a equipe alvinegra.

Divulgação/abc fc
Wallyson teve um bom desempenho na Arena Pernambuco e não se abateu com o pênalti perdido

Wallyson teve um bom desempenho na Arena Pernambuco e não se abateu com o pênalti perdido


"Fomos assolados por um empate que deixou os nossos jogadores transtornados. Do ângulo em que eu estava para o lance, não posso falar nada,  mas se realmente a penalidade não ocorreu como apontam nossos jogadores, o árbitro nos prejudicou bastante. Fizemos o gol no momento certo, disse a eles que esse confronto diante do Retrô seria parecido com o que realizamos contra o Campinense na Paraíba, que também possui uma boa equipe, mas que tínhamos condições de construir o placar porque o Milton Mendes abriu a equipe dele, fez uma espécie de duas linhas de cinco e apareceu o espaço para o ABC encaixar alguns contra-ataques. Tivemos várias oportunidades, chegamos algumas vezes na cara do gol, até que Negueba conferiu. Bom que ele tenha voltado bem", destacou Moacir.

O comandante abecedista gostou da participação de Negueba, que passou um longo tempo afastado dos gramados, mas na volta mostrou que é um jogador decisivo, pois além do gol que marcou por muito pouco não conseguiu balançar a rede em outra ocasião. O melhor de tudo é que o atleta disse ter saído de campo inteiro e a intenção é dar mais minutos de jogo ao atleta no próximo compromisso com o representante pernambucano, domingo, dia 19, no Frasqueirão. Ele acredita que os potiguares tiveram um bom desempenho na segunda etapa e basta repetir o mesmo tipo de jogo, em Natal, para carimbar a classificação para o segundo dos três mata-matas que os postulantes ao acesso terão de superar.

O problema da vez agora é o atacante Claudinho, o jogador sentiu uma lesão na panturrilha no final do trabalho de preparação realizado no Recife, já desfalcou o grupo no primeiro jogo e, dentro de um quadro mais otimista, poderá voltar a ficar à disposição da comissão técnica na terceira fase.

 Negueba, personagem da partida, ficou na bronca com a arbitragem, que na visão dele prejudicou o clube potiguar ao marcar uma penalidade inexistente para o Retrô. Mas a questão não abala o jogador, que se mostra confiante na classificação. “Nós fomos prejudicados pela arbitragem sim, não houve o pênalti.  Mas acredito da força do nosso grupo e acho que no Frasqueirão a gente vai resolver esse duelo da melhor forma possível. Vamos manter um imenso respeito ao Retrô, mas o ABC é um gigante nordestino”, afirmou o artilheiro abecedista.









Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte