Alvirrubro reestrutura o futebol

Publicação: 2018-07-12 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Depois de ficar menos de seis meses em atividade profissional na temporada de 2018, o América começa a promover uma reestruturação em seu futebol. Ontem o clube anunciou a contratação de Jocian Bento, que trabalhou com Luizinho Lopes no Globo, para comandar o trabalho nas bases alvirrubras. O profissional chega otimista e apesar de ressaltar que o projeto visa render resultados a médio e longo prazos, ele estima que dentro de seis meses os torcedores já irão enxergar os efeitos da mudança de filosofia que será implementada.

O novo profissional irá cuidar de toda categoria de base e também atuará como técnico das equipes sub-15 e sub-17. Mas a intenção é também mirar as buscas para crianças na faixa entre 8 e 9 anos de idade, visando trabalhar a formação dos futuros atletas desde o seu nascedouro.

“Esse trabalho será realizado dentro de uma metodologia utilizada já em alguns clubes e que vem dando resultado. Iremos dar uma direção ao trabalho que será realizado aqui e esperamos apresentar algum resultado já em seis meses. Vamos implantar uma metodologia de treinamento e uma filosofia de trabalho que irá atingir todos os patamares das nossas bases. Queremos pegar garotos entre 8 e 9 anos já com a intenção de filtrar os atletas através do trabalho implementado e a partir do sub-15 realizar um trabalho mais voltado para profissionalização, com um trabalho mais intenso”, destacou Jocian.

O coordenador das bases garante a realização de um trabalho transparente e rentável, uma vez que o dinheiro investido na formação de um atleta terá o retorno com a venda do mesmo no futuro.

“Não podemos começar a trabalhar um atleta aos 19 anos, no mínimo ele terá de chegar ao América com 13 anos. É assim que ele vai aprender a amar o clube, atualmente temos jogadores com 13 e 14 anos que já são atletas de empresários, sem a menor ligação com o clube que jogam. Nós queremos fazer que o nosso jogador seja 100% do América e, para tanto, ele terá de chegar aqui aos 13 anos no mínimo”, afirmou.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários