América vence Santa Cruz de Natal e derruba tabu do Tricolor

Publicação: 2019-01-11 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O América começou o campeonato estadual com vitória em cima do Santa Cruz de Natal, em partida disputada ontem (10), na Arena das Dunas, na capital potiguar. A vitória derruba um tabu do tricolor natalense, que não havia perdido para o América desde que voltou a disputar o Estadual, há dois anos. O gol americano foi marcado por Adriano Pardal. Com o resultado, a equipe soma três pontos, assim como o Potiguar de Mossoró e o ABC, que também debutaram com vitória no torneio. Assu e Força e Luz empataram em Açu, no Edgarzão, em 1 a 1, somando um ponto cada. O time mossoroense termina a primeira rodada como líder, pelo saldo de gols.

Atacante Adriano Pardal, único entre os profissionais, que ficou da temporada passada para esta, marcou o gol da vitória americana
Atacante Adriano Pardal, único entre os profissionais, que ficou da temporada passada para esta, marcou o gol da vitória americana

Confira fotos da partida ao final da matéria.


Na próxima rodada, o América recebe o Potiguar de Mossoró, na Arena das Dunas, no domingo (13), às 16h. O Santa Cruz visita o Força e Luz, também na Arena. O jogo está marcado para a segunda-feira (14), às 15h.

Santa Cruz de Natal e América fizeram um primeiro tempo movimentado na Arena das Dunas, com boas oportunidades de ambos os lados, mas sem bola na rede. Ao mesmo passo que fizeram um jogo truncado e equilibrado no meio campo, as equipes conseguiram articular boas tramas e assustar as metas uma da outra em alguns lances.

Após a intensidade inicial, as equipes demonstraram dificuldades e uma certa timidez na produção das jogadas, criando articulações sem perigo para ambas as metas.

O que faltou na metade do primeiro tempo sobrou nos minutos finais. Aos 43 minutos, Hiltinho cobrou boa falta pelo América na intermediária, passndo a esquerda do goleiro Pedro.  Pouco tempo depois, o Alvirrubro armou contra-ataque com Adriano Pardal pelo lado direito, que limpou o beque tricolor e chutou rasteiro. A bola passou por toda a área e ninguém completou.

Na sequência, o Santa Cruz teve ótima oportunidade num contra-ataque envolvendo quatro contra dois, mas uma escolha equivocada do atacante Dyorgenes acabou frustrando a trama do Santa Cruz.

O América ainda viu o seu zagueiro Alison sair substituído no primeiro tempo, após lesão. Jadson entrou no seu lugar.

O segundo tempo começou como o primeiro, movimentado. Mal deu tempo as equipes entrarem em campo e o América abriu o placar com Adriano Pardal, aos cinco minutos. O atacante americano aproveitou cruzamento da direita do ala Vinícius, contando ainda com desvio na defesa do Santa Cruz.

Atrás no placar, o tricolor natalense tentava articular a defesa americana em jogadas de linha de fundo e triangulações, mas esbarrava na falta de criatividade de seus meias e nos próprios erros de passe. Numa jogada que funcionou, Edson Kappa e o atacante Dyorgenes fizeram boa tabela, mas o chute do centroavante subiu.

O América recuou e pouco criou na etapa complementar. Quando ia ao ataque, utilizava dos pontas Pardal e Fabinho Alves, além das chegadas de Hiltinho, aparecendo pela direita em muitas ocasiões como elemento surpresa. O camisa 8 foi um dos destaques do jogo. O Santa Cruz ainda tentava em chutes de fora da área, ora sem precisão, ora sem dar trabalho ao arqueiro alvirrubro.

O tempo passou e as equipes criaram poucas chances. A melhor oportunidade foi numa cobrança rápida de falta de Hiltinho, encontrando Adriano Pardal livre na cara do gol. O atacante perdeu o tempo da bola não conseguiu finalizar. O Santa Cruz ainda teve uma última oportunidade aos 50 miniutos de jogo, numa cobrança de falta na entrada da área. Dyorgenes cobrou em cima da barreira e decretou o fim do jogo.

Ficha técnica:

Santa Cruz/RN: Pedro; Denis, Thurran, Wevertin, Vitor Lindenberg; Josias (Antônio Junior), Ray, André Tebet (Ítalo), Julio Brasília; Dyorgenes e Edson Kappa (Matheus Guerreiro). Técnico: Fernando Tonet.

América: Gledson, Vinícius, Maurício, Alison (Jadson) e Diego; Galiardo (Breno), Hiltinho, Adenilson (Judson); Fabinho, Adriano Pardal e Max. Técnico: Luizinho Lopes.

Árbitro: Caio Max de Oliveira (CBF).

Local: Arena das Dunas, Natal (RN).

Público: 3.222

Pagantes: 3.181

Não pagante: 41

Renda: R$ 60.900,00



continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários