América e meia divergem sobre saída do clube

Publicação: 2020-04-09 00:00:00
A+ A-
O presidente do América , Leonardo Bezerra continua antecipando algumas negociações com atletas, que estão com contrato para terminar. O acordo mais recente foi com o meia Luiz Fernando, que gerou polêmica. Enquanto o atleta disse que pediu para sair pois não jogaria a Série D, o clube afirma que foi o Alvirrubro quem preferiu não permanecer com o jogador, que voltará para o Cruzeiro.

Créditos: Canindé PereiraLeonardo Bezerra, AméricaLeonardo Bezerra, América


O jogador, que tinha contrato até maio, segundo o executivo de futebol Fabiano Melo, não estava nos planos do treinador Roberto Fernandes para compor o elenco que irá disputar o Brasileirão.

“Luiz Fernando foi chamado para antecipar sua situação com o clube, ele estava com o contrato para terminar e não fazia parte dos planos de Roberto Fernandes. Que fique claro, foi a diretoria que convocou o jogador para antecipar a negociação da rescisão contratual. Fiquei surpreso com a matéria que andou circulando na imprensa, mas o jogador diz o que quer, porém a realidade foi essa”, afirmou Fabiano.

Sigilo
O América ainda não acabou a série de negociações para abrir espaços no elenco visando a contratação de novos reforços. A diretoria possui mais três situações do mesmo tipo para resolver, mas os nomes em questão estão sendo mantidos em sigilo.

Com relação as contratações, Melo ressalta que já possui algumas situações bem adiantadas e, fora os atletas que já foram anunciados pelo presidente Leonardo Bezerra, antes da paralização total do futebol: Dionathan Gaúcho, Augusto, Rogerinho e Éder, ainda devem chegar mais quatro reforços para o elenco que irá disputar a Série D.

O próprio presidente Leonardo Bezerra já antecipou que não deverá realizar muitas alterações no grupo, com receio de que, após a volta do calendário do futebol, Roberto Fernandes não tenha tempo suficiente para preparar e dar o entrosamento necessário a equipe.





Deixe seu comentário!

Comentários