América estreia na Série D com empate de 0 a 0 com o Campinense/PB

Publicação: 2020-09-19 18:12:00
O América estreou com empate na Série D do Campeonato Brasileiro. Jogando em casa, neste sábado (19), na Arena das Dunas, contra o Campinense/PB, o time potiguar ficou no 0 a 0.

Créditos: Adriano Abreu

O jogo começou frenético na Arena e, como em toda estreia, as falhas não demoraram a aparecer de lado a lado. O resultado dos erros foram duas chances de gol claras antes mesmo dos 5 minutos.

A primeira oportunidade foi do time visitante. Aos 2 minutos a marcação americana falhou e permitiu o avanço do volante Rômulo. Sem marcação ele ajeitou o corpo e mandou um “balaço”. Ewerton se esticou todo e fez uma grande defesa.

O América respondeu aos 4 minutos. A defesa do Campinense deu bobeira na marcação e o goleiro Waldson saiu mal do gol. Resultado foi que a bola “pererecou” na pequena área da “Raposa” e o zagueiro salvou em cima da linha.

Depois disso, os times passaram a cadenciar mais o jogo, apesar da maior posse de bola do Alvirrubro Potiguar, que tinha a preferência de atacar pelo lado esquerdo, deixando a direita esquecida.

O jogo esquentou depois dos 40 minutos. Aos 41 o time do Campinense teve um gol anulado sob a alegação de impedimento. A bola foi alçada na área e Ibiapina mandou para a rede de cabeça. O bandeira, no entanto, assinalou a infração.

Aos 44 minutos o América respondeu. Rondinelly que estava sumido em campo fez uma grande jogada, driblou dois na frente da área, adiantou e chutou cruzado, assustando a “Raposa”.

O América voltou modificado para o segundo tempo. Paulinho Kobayashi tirou Zé Eduardo, apagado na etapa inicial e colocou Augusto para jogar.

E foi justo do camisa 20 uma das mais belas jogadas da partida. Aos 9 minutos ele recebeu na frente da área, deu uma caneta em um marcador e uma meia lua em outro antes de chutar e carimbar a trave.

Aos 20 quem acertou a trave foi o Campinense. Numa saída errada da zaga americana, Kiko recebeu dentro da área e chutou. A bola “explodiu” no travessão de Ewerton.

Na jogada seguinte veio o troco do América. No cruzamento para a área o Alvirrubro chegou a marcar, mas o bandeira anotou impedimento e o gol foi anulado.

Aos 34 minutos, numa saída de bola errada do América, quase Jobson, que acabara de entrar na equipe paraibana, marca. Ele se livrou do zagueiro e chutou rasteiro. A bola raspou a trave.

Paulinho Kobayashi mudou o time e posicionou o Alvirrubro todo no ataque. O jogo ficou aberto. O América pressionava, mas deixava espaços para o contra-ataque do rival. Mas, apesar da movimentação o jogo acabou mesmo 0 a 0.