América faz 105 anos e foca em treinos

Publicação: 2020-07-14 00:00:00
A+ A-
Há 105 anos um grupo de rapazes de Natal se reunia na casa do juiz Joaquim Homem de Siqueira para dar início a uma história de glória para o futebol potiguar. Surgia o América/RN vestindo azul e branco, cores que marcam justamente a camisa festiva do clube. Só depois veio o vermelho e o branco que ficaram. Em meio a pandemia, o clube optou por uma festa discreta. Um missa online, via TV Mecão às 9h e a saudação da torcida às 20h estão na agenda. Dentro de campo, o foco é nos treinos para a retomada. 

Após um período de 12 dias de treinos puxados, em Camaragibe-PE, o América deu dois dias de folga aos atletas, antes de iniciar os preparativos para o confronto contra o Fortaleza, que vai marcar a despedida do Alvirrubro da edição de 2020, na Copa do Nordeste e está programado para o próximo dia 21, na Bahia. Essa parte do treinamento já vai ser realizada no CT de Parnamirim, com portões fechados para imprensa e torcedores.

O treinador Roberto Fernandes pretende usar a partida para testar o potencial da equipe que vem preparando para encarar o Juventude, pela Copa do Brasil, naquela que é apontada, internamente, como a partida chave para o clube potiguar na temporada. Conseguindo superar o clube gaúcho, os potiguares irão receber uma premiação de R$ 2 milhões, recurso suficiente para acabar a temporada sem atropelos financeiros.

O comandante americano disse que como vem de um processo de retomada do trabalho, pode ser que neste primeiro compromisso da “era pós-Covid-19”, a equipe que seja colocada em campo, pode não ser a que considera tecnicamente melhor, uma vez que será obrigado a observar os atletas com condicionamento físico melhor, no sentido de não submeter mais atletas ao risco de lesões. A equipe já perdeu o meia-atacante Dione e o atacante Elias.