América negocia novas rescisões com jogadores

Publicação: 2020-09-16 00:00:00
A+ A-
Depois de liberar quatro atletas na semana passada, o América continua em busca de enxugar mais o elenco para disputa da Série D do Brasileiro. O presidente Leonardo Bezerra revelou que o clube deve realizar o corte de dois ou três jogadores ainda e que as negociações estão sendo encaminhadas. A direção alvirrubra também está vendo com a Prefeitura do Natal a possível liberação para presença de, pelo menos, 30% da capacidade da Arena das Dunas para a volta dos torcedores durante a competição nacional.

Créditos: CANINDÉ PEREIRALeonardo Bezerra ressalta que clubes não vão aguentar fazer futebol apenas com a parte onerosaLeonardo Bezerra ressalta que clubes não vão aguentar fazer futebol apenas com a parte onerosa

“Nós estamos negociando essa situação e trabalhamos com a possibilidade de voltar a termos público no estádio no princípio de outubro. A Arena das Dunas produziu o seu protocolo de segurança e tem condições de oferecer as exigências solicitadas pelas autoridades sanitárias  ao público. Da forma como está hoje, apenas com os clubes tendo despesas, está difícil manter. Seria melhor não ter permitido a retomada do futebol”, ressaltou o presidente americano.

O dirigente alvirrubro destacou que além de ser um espaço aberto, o Consórcio Arena das Dunas descreveu, com riqueza de detalhes, como será o sistema de operação com o público dentro do “novo normal” para o futebol. 

“Os torcedores que desejassem ir ver o futebol, como antes, passariam a comprar sua cadeira de forma antecipada. O lugar seria marcado e numerado, então ao efetuar a compra do ingresso, a pessoa já saberia onde iria sentar. A liberação do público também ocorrerá por setores, no sentido de evitar maiores aglomerações. Além disso, haverá uma série de novas normas que terão de ser observadas pelo público presente”, antecipou.

Com o patamar de organização da Arena das Dunas, Leonardo Bezerra ressaltou que nas dependências da praça esportiva os fiscais terão condições de oferecer bem  mais controle para buscar evitar uma nova onda de propagação da pandemia de Covid-19, do que está sendo notado em outros locais públicos, como praias e bares. Por isso, Bezerra encara com muito bons olhos a iniciativa.

“Cedo ou tarde teremos de enfrentar essa realidade, não se pode promover futebol apenas com os custos. A maioria dos clubes brasileiros não aguenta isso. Estamos tentando agendar uma reunião com a equipe do prefeito Álvaro Dias para começar a tratar essa questão.  Não se pode fazer futebol apenas com despesas, a parte da receita também deve ser liberada”, disse.

Em relação ao grupo de jogadores, o presidente do América explicou que as liberações servirão para reduzir o valor da folha de pagamento, mas também se trata de uma questão matemática. 

“Numa competição como a Série D, nenhum clube, colocando os problemas de contusões ou suspensões, utiliza no time titular mais de vinte jogadores. Por esse motivo não há necessidade de se manter um elenco numeroso”, reforçou Leonardo Bezerra.

Wallyson é a prioridade no ABC 
O ponto crucial dentro do ABC, neste momento é a negociação para renovação do contrato com o atacante Wallyson. O atleta segue negociando com a diretoria do clube, em busca de uma fórmula que possa ser boa para ambos os lados. O vice-presidente de futebol, Gustavo Cartaxo, reforçou que o clube ainda passa por um momento financeiro delicado e que tanto as renovações, quanto as novas contrações terão de ser realizadas dentro da realidade financeira atual. As chegadas do atacante Lelê e do lateral-esquerda  Dyeison, por enquanto, encerraram o ciclo de novidades no Alvinegro.

“Vamos dar uma parada. Temos o caso da renovação de Wallyson também. No momento, precisamos de mais um zagueiro para fechar o setor, mas agora vamos dar um tempo nas contratações", afirmou o dirigente.

O clube ainda convive com o “ataque” do mercado da bola dentro de seu elenco. Quem está próximo de acertar a transferência para outra equipe é o lateral-esquerda Reginaldo. O atleta, de 19 anos, vem recebendo sondagens desde o final do Estadual. O ABC tem  duas ofertas, uma delas é do Palmeiras, com quem as negociações estão mais adiantadas. 

“Reginaldo não deve continuar, mas ainda não se sabe o destino. Ainda nesta semana a situação deve ser definida, mas já contamos com sua saída. Até por isso, trouxemos reforço para a posição", afirmou o vice de futebol.

Sobre o perigo de perder mais algumas peças, Cartaxo disse que o clube interessado “deverá pagar a multa prevista em contrato". 

Em reunião, FNF fará prestação de contas aos clubes
A Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) vai abrigar um novo encontro entre o presidente da casa, José Vanildo, com os representantes dos clubes participantes do Campeonato Estadual e da Série D do Campeonato Brasileiro, às 11 horas, no auditório da sede da entidade, situado na Avenida Prudente de Morais. O encontro vai servir para prestação de contas do projeto da TV FNF, que propiciou a transmissão do Campeonato Potiguar, bem como as ações que estão sendo desenvolvidas para auxiliar ABC, América, Globo e Potiguar no Brasileirão.

Com relação ao projeto da TV FNF, o presidente José Vanildo irá mostrar aos clubes o montante arrecadado pela conta única aberta em nome da federação e que recebeu os valores das vendas do pacote de transmissão da segunda parte do Campeonato Potiguar. A pirataria de sinal acabou se transformando no grande vilão do projeto promovido em conjunto entre os clubes. Hoje será definido quanto cada participante terá direito a receber.

Em relação a Série D, o presidente José Vanildo vai falar sobre as ações realizadas junto as autoridades estaduais, visando garantir patrocínio aos clubes .