Esportes de Primeira - Itamar Ciríaco
Amadorismo
Publicado: 00:00:00 - 18/01/2022 Atualizado: 22:49:53 - 17/01/2022
Itamar Ciríaco
itamatar@tribunadonorte.com.br

A pandemia afastou o público dos estádios por dois anos e isso é justificável, afinal o motivo era a proteção de vidas. No entanto, ao chegar ao estádio José Nazareno, no último domingo, e me deparar com arquibancadas vazias, por falta de laudos, não contive o aborrecimento. Já falei desse tema aqui, mas não custa voltar a tocar no assunto. Todos os anos tem Campeonato Estadual. É impossível não considerar amadorismo a falta de ação dos administradores para manter as praças esportivas em dia. Lugar de torcedor é no estádio. Mas o local precisa ser seguro, limpo e confortável. Tem que atender as exigências legais e receber as pessoas de braços abertos. Aliás, observando os problemas relatados na súmula do árbitro Zandick Gondim referente ao estádio Coronel José Bezerra, Em Currais Novos, e o protesto do Potiguar que, em sua própria casa, o Leonardo Nogueira, foi “maltratado”, não posso qualificar com outra palavra que não seja: AMADORISMO. 

Amadorismo 1
Confira a nota do Alvirrubro Mossoroense: “Após a partida entre nosso clube diante do Globo, a comissão técnica, jogadores e demais funcionários do clube foram surpreendidos com a falta de água no vestiário em que estava a delegação. O fato, triste e lamentável, é mais um entre tantos que o clube vem enfrentando no Estádio Nogueirão, localizado na nossa cidade Mossoró, ao longo dessa temporada, que está apenas no início. Na última sexta, outro fato constrangedor e bastante desagradável foi registrado na mesma praça de esportes. O time que iria realizar um trabalho técnico, ficou cerca de 30 minutos do lado de fora, sem liberação para entrar. O detalhe é que essa autorização já havia sido acertada antes do início do campeonato, entre a direção do clube e o município, detentor da gestão daquela praça esportiva. Estranha ao clube, o fato de estar havendo todas essas dificuldades, sendo que o Potiguar é um patrimônio esportivo da cidade de Mossoró e único representante do município no Campeonato Estadual, levando o nome da cidade a todos os cantos do Estado, honrando sua sociedade e imensa torcida. Esperamos que haja bom senso por parte de alguns servidores da Secretaria de Esportes Municipal, no sentido de resolver todas as questões pertinentes à ACDP. Estamos abertos ao diálogo, ao mesmo tempo em que pedimos total respeito a essa instituição esportiva que, esse ano, completa 77 anos de glórias. Recebemos, durante a pré-temporada do elenco, um tratamento digno e a altura de nosso clube em duas cidades distantes mais de 100km de nossa sede: Riacho da Cruz e Itaú. Infelizmente, não estamos tendo o mesmo tratamento em nossa cidade. Esperamos que isso possa ser revertido.”

Ataque
O ataque abecedista vem sendo destaque nesse início de Campeonato Potiguar. Foram 10 gols em três jogos. Apesar de ainda apresentar falhas como a falta de variação na construção de jogadas, uma vez que o time concentra quase que 100% dos seus ataques pela ala esquerda, os números são muito bons. Mas se o ataque tem funcionado, a defesa ainda preocupa. Ícaro e Richardson ainda não conseguiram a famosa “sintonia fina” e a cobertura, principalmente na ala direita, deixa a desejar.

Ataque 1
Se o ABC tem uma taque super-produtivo o América se mostra mais econômico no certame local. O time comandado por Renatinho Gaúcho fez quatro gols. As duas vitórias obtidas foram por 1 a 0. O placar magro, no entanto, não refletiu ao menos no jogo contra o ASSU, aquilo que foi produzido em termos de construção de jogadas ofensivas. De acordo com os números da rádio Jovem Pan News Natal, a equipe americana concluiu 23 vezes em gol. Ou seja, tem que treinar mesmo é a pontaria.

Clássico
Domingo tem clássico entre ABC e América, no Frasqueirão. O primeiro do ano. Mas, entre hoje e o dia do duelo maior do futebol potiguar, as duas equipes têm compromissos importantes e difíceis. Amanhã, o Alvinegro recebe o Potiguar de Mossoró, segundo colocado e ainda invicto. Já o América tem o Globo pela frente, num confronto direto. A partida será na Arena José Rocha.

Copa do Brasil
O Globo pegou uma adversário indigesto na Copa do Brasil. Além de ser um time complicado a ser batido, o que diminui as chances da Águia avançar e aumentar os recursos financeiros, o “Colorado” não será capaz de lotar o estádio Barrettão para que o time de Ceará-Mirim fature uma grana a mais. Já o ABC tem um adversário com dois complicadores. O primeiro é a viagem até o Mato Grosso do Sul para encarar o Costa Rica. O segundo problema é que o time é bem organizado enquanto clube e pode complicar a vida Alvinegra. O jogo será fora de casa.

Documentário
O PELEJA, um dos principais canais de futebol no YouTube, está atento a cada canto das arquibancadas e a tudo que ronda o universo do futebol, com o apoio da Umbro, fornecedora esportiva com o maior número de clubes patrocinados no Brasil, apresentam o mini documentário “Tattoos Boleiras”. O mini documentário aborda uma cultura que foi criada dentro do universo "boleiro" nas últimas décadas: as tatuagens. Antes parte da rotina de um grupo específico de pessoas, eternizar momentos na pele virou quase que item obrigatório entre atletas profissionais do futebol, que assimilaram a arte e criaram a partir dela uma subcultura específica: tatuar seu próprio rosto no corpo.

Os artigos publicados com assinatura não traduzem, necessariamente, a opinião da TRIBUNA DO NORTE, sendo de responsabilidade total do autor.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte