América dispensa dois e acerta com André Neles

Publicação: 2011-02-18 00:00:00 | Comentários: 3
A+ A-
Com o baixo rendimento do setor de ataque americano, desfalcado de seu principal jogador, Felipe Moreira, que está se recuperando de uma lesão no tornozelo esquerdo, bem como a dispensa de André Santos definida ontem e a possível demissão do lateral-direita Maneco, a direção do América decidiu ir atrás de reforços e acertou com o centroavante André Neles. Jogador conhecido no sul do país, o atacante fez fama marcando gols pelo Vitória/BA, Palmeiras/SP, Internacional/RS e Atlético/MG, os clubes de maior expressão que defendeu no Brasil, além de passagens pelo Benfica, de Portugal e também por times da Arábia Saudita. Aos 33 anos, André foi contratado depois de uma grande temporada de 2010, quando se destacou defendendo o Botafogo de Ribeirão Preto, conquistando o título de campeão do interior paulista e também no Icasa/CE, pela série B do Brasileiro.

André Neles foi bem avaliado pelo treinador Dado Cavalcanti, ele será o homem de referência na áreaMas, o que mais chama a atenção na carreira desse mineiro, da cidade de Patrocínio, foram as polêmicas por onde passou. Se hoje André usa o sobrenome de Neles, no início da trajetória dentro do futebol ele era conhecido como André “Balada”, já que era adepto aos estilo boêmio, que gostava da noite. Foi quando, em 2008, em entrevista polêmica, o jogador revelou que tinha sido dependente químico durante dois anos, entre 2002 e 2004, quando defendeu o Palmeiras/SP, sendo campeão brasileiro da série B em 2003 pelo Alviverde Paulista e também o Figueirense.

O jogador, em entrevista ao site globoesporte.com, que data de 2008 revelou: “Eu cheirava mesmo, não me preocupava com o exame antidoping porque não jogava muito. Virei dependente de cocaína, não conseguia ficar sem a droga”, disse Neles. 

Entre outras declarações, o atacante disse também, na mesma entrevista, que usava um revólver até para treinar, inclusive, chegou a ameaçar um companheiro de time, quando defendia o Vitória/BA, nos vestiários. “Eu andava armado lá e, um dia, cheguei de pá virada ao treino e coloquei o revólver na boca de um companheiro que estava me enchendo fazia tempo”, revelou à época.

 Foi quando se transferiu para o Figueirense, no final de 2004, que André Neles decidiu se livrar das drogas. E contou com a ajuda de um companheiro de time, o goleiro Gustavo, que o levou para frequentar a igreja evangélica. André gostou tanto, que se tornou cantor de música gospel e já compôs mais de 100 músicas e gravou três cd´s.

O jogador se apresenta hoje ao técnico Dado Cavalcanti e vai passar por um período de adaptação física para poder brigar pela vaga de titular na equipe do América.

Jackson sofre afundamento de malar e passa por cirurgia

O meio-campista Jackson, que sofreu afundamento do malar após um choque com o atacante Leo Olinda, no treino da última quarta-feira no estádio Frasqueirão, deve desfalcar o ABC num prazo que varia entre sete e dez dias. Isso é o que informou o médico do clube Roberto Vital, ressaltando que o jogador terá de realizar uma cirurgia para corrigir o problema no Hospital da Unimed.

“O jogador teve um afundamento no malar, pequeno mas que terá de ser corrigido através de uma cirurgia. A intervenção é rápida e não vai requerer nem que o atleta fique internado. Estamos só tentando contornar o problema de vaga para cirurgias e Jackson pode ser operado ainda hoje (ontem) ou amanhã (hoje)”, disse Vital.

Segundo o médico abecedista, apesar do tempo de recuperação de uma lesão desse tipo variar entre uma semana e dez dias, o médico responsável pela cirurgia é quem vai determinar melhor o prazo que o jogador deverá permanecer inativo.

Se está perdendo Jackson por motivo de contusão, o clube pode perder mais uma de suas partas da casa. O presidente Rubens Guilherme Dantas revelou que a diretoria está avaliando algumas propostas realizadas ao goleiro Welligton e salientou que o jogador pode mesmo ser o próximo a deixar o clube, depois de João Paulo.

“Estamos avaliando as propostas que estão chegando ao ABC. Caso apareça alguma que seja boa para o clube e para o jogador vamos negociar. Não há como segurar Welligton num casos desses, neste caso estaríamos prejudicando o futuro do atleta”, disse o dirigente.

Rubens ressaltou que a vida de clube é assim mesmo e que novo valores deverão surgir nas divisões de base do Alvinegro.

CT do Barú passa por reformas

O Centro de Treinamento do Baraúnas continua ganhando melhorias em toda a sua estrutura. A diretoria da Associação Atlética Sítio do Florânia, formada por fanáticos torcedores do Tricolor, tem conseguido fechar parcerias importantes que estão resultando em diversas mudanças em toda a área da Toca do Leão.

Através de uma parceria com a construtora Construtora Luiz Costa (CLC), a Toca do Leão tem passado por algumas reformas, como o alargamento do campo de treinamento principal, a recuperação dos dois gramados, a construção de uma estrada, além da limpeza de todo o terreno pertencente ao Centro de Treinamento do Barú.

O presidente da Associação Atlética do Sítio Florânia, Antônio Marcos Silva (Marquinhos), comentou com muita satisfação a parceria com a CLC, pois por meio dela vieram as reformas que a Toca do Leão necessitava há algum tempo.

“O apoio que a CLC nos deu foi muito importante, a empresa cedeu algumas máquinas para realizarmos os ajustes nos gramados e também em outras obras que o C.T. do Baraúnas já precisava, além disso, a empresa já se prontificou a continuar apoiando os projetos da Toca do Leão”, salientou Marquinhos.

A Toca do Leão conta atualmente com dois campos de treinamento, casa do atleta, piscinas, refeitório e sala para massagem e fisioterapia.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários

  • mensaleiros

    gente .....acorda.....este cara e conhecido em Ribeirao Preto como BOCA DE LITRO...o cara adora uma 51.....é o maior bocao da paroquia...bebe muito mais que o Lula

  • aristotelles

    Pronto só faltava agora essa, chegou um homem de \"referência\" para jogar em japecanga, muito conhecido nas noites de todas as cidades por onde passou, agora deve ficar muito famoso pela orla de Ponta Negra e pelas ruelas da Vila de Ponta Negra, onde ficará muito amigo dos \"manos\" de la´. Quanto as dispensas, não aconteceram dessa maneira, os jogadores pediram para sair porque eles tem medo de jacaré desde pequenos, é a chamada jacaréfobia, por isso que eles não querem mais ficar.

  • danielmedeiros

    JAPECANGA FUTEBOL CLUBE,Não adianta... pode fazer até reza braba que não vai ganhar mais nada!