Cookie Consent
Esportes
América faz 3 a 2 sobre o ABC no primeiro clássico da Arena das Dunas
Publicado: 19:34:00 - 23/02/2014 Atualizado: 20:17:32 - 23/02/2014
Equipe que vinha de uma série de maus resultados, o América conseguiu recuperação no clássico ao bater o rival ABC neste domingo (23), na Arena das Dunas, por 3 a 2. A equipe não precisou fazer mistério, apenas atuar com determinação para conquistar o resultado positivo e se manter com chances remotas de chegar ao título da Copa RN.

Veja fotos da partida entre América e ABC na Arena das Dunas


Os gols foram marcados por Adriano Pardal, Arthur Maia e Rafinha para o alvirrubro, enquanto Suéliton e Lúcio Flávio descontaram para o alvinegro. O resultado expressivo ocorre na semana que o alvirrubro vai definir com o CRB a vaga na semifinal da Copa do Nordeste.

Disposto a interromper uma série de três derrotas, o América foi o time que mais procurou o gol no primeiro tempo. A equipe que tinha pouco a esconder do adversário, mostrou que o mistério não pesa tanto num confronto entre adversários de mesma grandeza. Já Roberto Fernandes promoveu algumas alterações, reforçou a marcação no meio-campo, mas ainda assim não conseguiu parar o principal articulador das jogadas do alvirrubro.

O garoto Arthur Maia foi o nome da etapa inicial e do jogo, pois livre de marcação, conseguiu se movimentar bem pelos dois lados de campo e dos seus pés saíram as principais jogadas. No primeiro lance de perigo do clássico, ele tentou surpreender o goleiro Bruno Fuso cobrando falta direto para o gol, mas o camisa um abecedista estava esperto.

De tanto insistir, o América abriu o marcador aos 26 minutos, depois de outra boa trama de ataque de Maia, após se livrar da marcação, ele encontrou Adriano Pardal, bem colocado, na entrada da área. Veloz, o atacante dominou, chutou, viu Fuso fazer a defesa parcial e, na sobra, chutou forte para o fundo da rede.

No momento da comemoração, de frente para o setor dos torcedores alvinegros, o ex-abecedista ensaiou passos de uma dancinha e quase foi acertado por um tênis atirada da arquibancada.

Em desvantagem, Roberto Fernandes colocou Lynneeker em campo, no lugar de Matheus, mas o América continuou sendo melhor. O primeiro grande perigo pelo lado abecedista, ocorreu somente aos 40, num chute de Patrick que obrigou o reestreante goleiro Dida realizar a defesa mais difícil do confronto até então. Na cobrança do escanteio, Samuel desviou, mas a bola que tinha endereço certo, desviou num americano e foi para fora.

O segundo tempo começou bem mais emocionante. Mal a bola começou a rolar, o ABC foi ao ataque e aos 2 minutos, após cobrança de escanteio, o zagueiro Suéliton acertou um belo chute de dentro da área, deixando tudo igual no placar. Mas o América não se abalou e buscou responder de forma rápida.

A torcida alvinegra ainda comemorava a igualdade nos marcadores, quando numa cobrança de falta, Arthur Maia, que já havia tentado surpreender Bruno Fuso na etapa inicial, marcou e virou o placar, colocando novamente o América à frente. O camisa dez cobrou a falta direto para o gol, Alfredo ainda pulou na frente do goleiro do ABC, que viu a bola tomar o rumo da rede, aos 4 minutos.

Com os abecedistas procurando recuperar o prejuízo, Rafinha que entrou no lugar de Alfredo, na sua primeira jogada, foi lançado, passou como quis pelo seu marcador, chutou e assistiu Bruno Fuso salvar aquele que seria o terceiro gol alvirrubro. O tempo passava e frente ao resultado Roberto Fernandes adiantou ainda mais o ABC.

O alvinegro criou boas oportunidades, principalmente em bolas cruzadas, mas não conseguia marcar. Lúcio, entrou aos 17 minutos da segunda etapa, mas não conseguiu repetir a mesma atuação da estreia, perdido em meio a forte marcação do adversário.

Aos 41, Suéliton pegou um rebote de fora da área, chutou e Dida salvou o empate. A essa altura o ABC era todo pressão, uma vez que a derrota eliminava o time da luta pela conquista da Copa RN. Mas aos 44, num contragolpe rápido, Fabinho ganhou disputa de bola com Suéliton, pela esquerda, lançou Rafinha, que se livrou do marcador e bateu no canto esquerdo de Bruno Fuso, o goleiro nada pôde fazer para evitar o terceiro gol alvirrubro.

Com a vitória praticamente assegurada, o América passou a administrar o resultado, o árbitro deu sete minutos de acréscimos e, aos 51, Gilmar desceu pela direita e cruzou para Lúcio Flávio escorar para o fundo da rede e diminuir a diferença.

Agora ABC nem América dependem apenas dos seus próprios resultados para chegar ao título da Copa RN, que vale uma vaga na final do Estadual, na Copa do Nordeste e na Copa do Brasil, essas duas últimas na edição do próximo ano.

FICHA TÉCNICA
América 3 x 2 ABC

América: Dida, Adalberto, Cleber e Edson Rocha; Walber, Márcio Passos, Fabinho, Arthur Maia e Tiago Dutra (Val); Alfredo e Adriano Pardal (Judson). Técnico: Leandro Sena.

ABC: Bruno Fuso, Michel Schmmuller, Suéliton, Samuel e Rayron; Matheus (Lynneeker/Lúcio Curió), Patrick, Daniel Paulista e Júnior Xuxa; Lúcio Flávio e Gilmar. Técnico: Roberto Fernandes.

Árbitro: Guilherme Cereta de Lima (SP)
Gols: Adriano Pardal/AME (26’/1ºT), Suéliton/ABC (2’/2ºT), Arthur Maia/AME (4’/2ºT), Rafinha/AME (44’/2ºT) e Lúcio Flávio/ABC (51’/2ºT)
Público: 10.178   pagantes
Renda: R$ 302.755,00
Local: Arena das Dunas

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte