Viver
Anísio Marinho lança livro 'Tribuna & Holofotes'
Publicado: 00:00:00 - 03/12/2021 Atualizado: 22:09:40 - 02/12/2021
Uma boa oratória geralmente é baseada em estudo, pesquisa e leitura. O procurador de justiça Anísio Marinho Neto pretende mostrar o resultado desse processo com o livro “Tribuna & Holofotes”, uma compilação de discursos e entrevistas concedidas por ele enquanto procurador-geral de justiça e secretário de segurança pública do RN, ao longo de quase 40 anos de experiência como membro do Ministério Público do Estado. A obra é o sexto trabalho escrito por Anísio, e será lançada no próximo dia 07 (terça), às 17h, na  sede da Associação do Ministério Público do RN (Ampern), em Lagoa Nova. 

Cedida
Anísio Marinho Neto lança livro no próximo dia 7, na Ampern

Anísio Marinho Neto lança livro no próximo dia 7, na Ampern


Os “holofotes”, segundo Anísio, são a presença constante da mídia na cobertura da atuação dos procuradores em sua função de defesa da sociedade. “Foi o que me motivou a transformar esse material em livro. Os discursos costumam gerar muitas entrevistas, uma mídia que divulga de forma positiva o trabalho realizado pelo segmento”, diz à TRIBUNA DO NORTE. Os discursos são oriundos de congressos e posses de procuradores, corregedores e desembargadores. 

A primeira parte do livro traz os pronunciamentos do procurador e, a segunda, a cobertura realizada pelos veículos de comunicação acerca do trabalho de Anísio e sua linha de atuação como membro do Ministério Público. Há material retirado de  defesas de teses jurídicas no exterior, na República Dominicana, México e Peru. Segundo ele, apesar do preparo para todo discurso, há também material de improviso, como na ocasião em que ele recebeu o Prêmio Estadual de Direitos Humanos do Rio Grande do Norte, em 2000. 

Mas no geral, o improviso é raro nessa área. Cada pronunciamento exige um bom preparo prévio, segundo o procurador. “É um trabalho rebuscado e que envolve muita pesquisa. A gente precisa contextualizar o pronunciamento, conhecer a pessoa da saudação para falar sobre ela ou explicar a intenção dos mandamentos. Isso requer preparação”, afirma. Os pronunciamentos adentram outras áreas, como por exemplo, quando falam sobre posses no Instituto Histórico e Geográfico do RN, ou da Academia de Letras Jurídicas do RN. 

Anísio ressalta que o conteúdo do livro pode interessar não só a pessoas da área jurídica ou estudantes de Direito, mas também quem aprecia história, jornalismo, e assuntos da área de justiça, como policiais militares e civis.  “É um material que possui críticas, visões, ideias e projetos, tem conteúdo histórico, social, político e jurídico, e é ideal para quem deseja conhecer um pouco da  história de nosso Ministério Público”, explica. 

“Tribuna & Holofotes” é mais um para o rol de livros com conteúdos jurídicos escritos por Anísio Neto. De seus seis livros, apenas um corre por fora do segmento, o “Pérolas do Porto Pirangi”, lançado em 2005, uma reunião de crônicas que giram em torno de causos, anedotas e histórias pitorescas passadas em Pirangi. Tramas que o autor criou ou foram contadas para ele. Um respiro fora dos tribunais. 

Anísio Marinho Neto tem graduação em Direito pela UFRN (1983) e mestrado em Direito pela Universidade Federal do Ceará (1997). Atualmente é sócio efetivo do Instituto Histórico e Geográfico do RN, escritor da União Brasileira de Escritores do Rio Grande do Norte, acadêmico fundador da cadeira nº21 da Academia de Letras Jurídicas do estado, e doutorando - Universidad del Pais Vasco e procurador de justiça do Ministério Público do Estado. Em 2018 foi eleito corregedor-geral do MPRN. 

Serviço:
“Tribuna & Holofotes”, novo livro de Anísio Marinho Neto.
Lançamento dia 07/12, às 17h, na AMPERN, Lagoa Nova. 

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte