Anderson Silva se despede do UFC com luta nos EUA

Publicação: 2020-10-31 00:00:00
O lutador brasileiro que mais tempo esteve com o cinturão de campeão está deixando o octógono e “pendurando as luvas”. Anderson Silva se despede hoje do UFC. Presente em todas as 24 lutas de Anderson Silva no Octógono até hoje, o locutor do Ultimate, Bruce Buffer, tem um apreço especial pelo brasileiro. O UFC Vegas 12 terá transmissão ao vivo e exclusiva do Combate neste sábado (31) a partir das 17h (horário de Brasília).

Créditos: Reprodução UFCAnderon Silva foi considerado uma lenda do esporte e motivou a carreira de muitos lutadoresAnderon Silva foi considerado uma lenda do esporte e motivou a carreira de muitos lutadores
00

Em entrevista ao Combate.com, Buffer falou do momento em que passou a conhecer melhor o “Spider”, em 2012, e rasgou elogios à personalidade do ex-campeão dos médios, que volta ao Octógono neste sábado (31) para enfrentar Uriah Hall na luta principal do UFC Vegas 12.

“Sempre estive com o Anderson no Octógono, mas, quando fui a Buenos Aires, filmamos um comercial de televisão com ele, Steven Seagal e Lyoto Machida. (...) Foi a primeira vez que tive alguma interação com Anderson. Desse ponto em diante, sempre que nos encontrávamos, ele era muito educado. Ele é a pessoa mais simpática e gentil do mundo até começar a lutar”, disse.

Mesmo acompanhando gerações passarem pelo Octógono ao longo de sua carreira no UFC, Buffer garantiu que, sete anos após o fim de seu reinado nos 84 Kg, Anderson segue sendo um lutador único. “Já vi pessoas tentando, mas ninguém é como Anderson Silva”, disse, “Ninguém vai bater como ele - te aviso quando vir - mas não tenho visto ninguém como ele”.

Modesto, Anderson Silva desconversou sobre ser o melhor de todos os tempos. “Para mim, não existe essa discussão. Existem os momentos. Pessoas foram melhores em determinados momentos. Georges St-Pierre teve o momento dele, Royce (Gracie) foi o melhor, Jon Jones, Khabib (Nurmagomedov), Matt Serra, Pedro Rizzo, Vitor Belfort, BJ Penn. Essa coisa de melhor peso por peso não existe. São os melhores momentaneamente e, daqui a pouco, passa. Acho muito prematuro e meio sem sentido essa coisa de melhor do mundo e melhor de todos os tempos”, disse o brasileiro.

Rival
Responsável por fazer aquela que pode marcar a despedida de Anderson Silva no Ultimate, Uriah Hall é só alegria. “É uma das maiores lutas. Anderson é uma lenda. Estou muito empolgado para enfrentar o cara que eu assistia quando era criança. Para mim, é tudo. É como eu encaro”, afirmou Hall.

Diante de um dos maiores desafios de sua carreira, Uriah sabe que, embora não esteja encarando o brasileiro em seu auge, não terá tarefa fácil. Para vencer, o norte-americano terá que decifrar o estilo único do atleta, que fez história no MMA.

“Ele é fluido. A forma como ele se movimenta, o jeito de lutar, ele está no momento e muita gente não entende a dinâmica. É por isso que ele diz que não se importa sobre a luta em si. Não é sobre lutar. As pessoas não conseguem entender o conceito, porque é o momento que você está lá (no octógono) e deixa as coisas acontecerem”, afirmou.