Antologia escoa vozes de jovens poetas

Publicação: 2018-03-08 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Nathália Campero
Repórter

Foi num fim de tarde, há cerca de um mês, que a poeta Natália Mont esbarrou com o sebista e editor Abimael Silva, dono do Sebo Vermelho. Do encontro casual, após alguns minutos de conversa e da entrega despretensiosa de um zine elaborado pela jovem, surgiu a admiração e uma proposta irrecusável. Natália foi convidada pela primeira vez a publicar um livro. A obra 'Sumidouro' é uma espécie de antologia que reúne poemas inovadores de dez jovens poetas potiguares e será lançada nesta quinta-feira (8), no Dia Internacional da Mulher, a partir das 18h no bar do Zé Reeira, na Cidade Alta.

Sumidouro (Sebo Vermelho) reúne escrita de dez poetas
             Sumidouro (Sebo Vermelho) reúne escrita de dez poetas

O livro pretende destacar essas mulheres fortes da nova geração e reconhecer a produção de novas escritoras no RN. "Apesar do cenário literário ter muitas mulheres produzindo, o acesso a esses textos ainda é muito difícil", contou a organizadora. No livro, os poemas foram reunidos por ordem de chegada das autoras e possuem a preocupação de trazer para o âmbito literário importantes questões sobre gênero, sexualidade, raça e classe social.

No lançamento da obra, além da presença de cada uma das autoras e um bate-papo informal, também haverá apresentações artísticas das rappers Pretta, Laisla Cristina, Turimã Seabra, das cantoras Luana Simplício e Síria, da banda Demônia e espaço para o público recitar poemas.

“Sumidouro” traz cinco textos de cada uma das autoras, com idades entre 18 e 30 anos. O tom é íntimo e passeia pelo cotidiano, violência, amor e sexualidade. Como Maluz Maheros em “Transeunte” (“tuas pernas descamam em meu caminho/ de tudo o que deixas cair faço uma calça/ para cobrir-me do que és as sobras...”).  Ou Beatriz Larissa que escreve “despois que você foi embora/eu me tornei tudo aquilo que sempre quis ser pra mim: suficiente”. E Nayara Xavier neste “Nódoa” (“Há três meses que uso protetores íntimos para segurar o fluxo mensal/Um café frio no fundo da xícara/Nenhuma gota de carmim pra adoçar”).

A leitura sequencia com Gessyca Santos (“descosturo minhas pálpebras enquanto a luz cinza entra por entre nossos lençóis/e vejo teus olhos repousarem em um mundo profundo/penso que amor é uma caixa pequena demais pra caber o que sinto...”; E  Síria Maria com “vivendo longe dos pingos/enrolada em palavras e em algo extinto/ como pelas beiradas as partes frias/mas lambuzo-me de lamber os beiço no centro/ que é borbulhante e quente/ o qual sou faminta amante/assim como tenho fomes de poesias”.

A organizadora da antologia, Natália Mont participa com poemas como este: “eu olharia pra você/ e sofreria com a falência do corpo compacto/ talvez minha náusea aumentaria e meu vômito não caberia no seu colo/ como um momento evoluído do cuspe ou talvez estratosférica eu não saberia como uivar em plena lua cheia...”).  Outras participações são: Lorrana Torres, Maíra Dal'Maz e Luma Virgínia.

Serviço:
Lançamento do livro 'Sumidouro', organizado por Natália Mont. Dia 8 de março, às 18h. Bar do Zé Reeira (Ao lado do IFRN Cidade Alta). Preço: R$ 20.

Outros eventos
Bate-papos
XVII Semana Mulher e Poesia, na UnP da Floriano Peixoto. Hoje, 19h, Sarau as Bruxas da Palavra, Tertuliê e Swellen Pimentel. Às 20h mesa-redonda: A poesia de Emily Dickinson com Rossane Bezerra e Paulo de Tarso Correia de Melo.

Dia 8, Palestra “A Mulher Intelectual no RN”, com fala de Diva Cunha, às  18h, no Instituto Histórico e Geográfico do RN. Entrada é gratuita.
Rua da Conceição 622, Centro.

Dia 10, sarau “Resistência e Arte”, 20h, no  Acabou Chorare (Rua Dr. Manoel A. B. de Araújo, 135, Ponta Negra). Participação das poetas Jeanne Araújo e Rizolete Fernandes e das cantoras Rosinha Fonseca e Isabel Queiroga e Giovana Paiva.

Teatro
Dia 8, na Casa da Ribeira (Fica Natal) o espetáculo “Para não Morrer”, com Nena Inoue (PR), às 20h. R$ 17,00.  Peça aborda histórias reais com temáticas feministas e femininas, atreladas a questões políticas da América Latina.

Dia 9, às 20h, no TCP (Jundiaí, Tirol) apresentação do espetáculo Inkubus, da atriz Alice Carvalho. Conta a história de um demônio na forma masculina conhecido por invadir o sonho das mulheres e abusar delas enquanto dormem, drenando suas energias. Ingressos: R$ 40 e 20.

Às 18h, no hall do TCP, abertura da exposição "A cor que brota do feminino", que reúne obras das artistas Liz Waves, Maíra Sara & Elaine Souza e um sarau poético com Regina Azevedo, Civone Medeiros, Lulu Albuquerque e outras convidadas.

Shows
Dia 8, no TCP, show Canta Mais com Alzeny Nelo, Ana Tomaz, Clara Menezes, Heli Medeiros, Lene Macedo, Lusia Condé e Nara Costa, com participação de Valéria Oliveira.

Dia 9, às 20h, no auditório da Escola de Música da UFRN. Khrystal retoma o palco com show “Romaria”, que se debruça no universo artístico de Elis Regina, marcado pela personalidade e interpretação de Khrystal e direção de João Marcelino.

Dia 8, no Buraco da Catita, às 21h. Samba Solto com elas: Participações de Dodora Cardoso, Analuh Soares, Ana Tomaz, Dani Cruz, Silva Martins, Michelle Lima, Andiara Freitas, Jôsy Ribeiro, Larissa Costa, Diana Rafaely.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários