Anvisa aprova registro definitivo da vacina da Pfizer no Brasil

Publicação: 2021-02-23 09:55:00
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o registro definitivo da vacina produzida pela Pfizer no Brasil. É o primeiro imunizante a ter autorização para uso em massa no País - a Coronavac e a de Oxford, por enquanto, só possuem aval para uso emergencial. A aprovação foi comunicada em nota pelo presidente da agência, Antonio Barra Torres, na manhã desta terça-feira (23).
Créditos: ARQUIVO/TNVacina da Pfizer é considerada a mais eficiente do mundo no combate à covid-19Vacina da Pfizer é considerada a mais eficiente do mundo no combate à covid-19

Na segunda-feira (22), a Pfizer informou a senadores brasileiros que não teria chegado a um acordo com o Brasil para a comercialização das vacinas no país. O Governo brasileiro não teria aceitado as condições impostas pela farmacêutica.

Entre as condições, estava a garantia de que o Brasil se responsabilizasse por eventuais demandas judiciais advindas de efeitos adversos da vacina, desde que a Anvisa tivesse concedido o registro - o que ocorreu. Além disso, a farmacêutica também teria solicitado que qualquer litígio com o governo fosse resolvido em uma Câmara Arbitral de Nova Iorque e também Brasil renunciasse à soberania de seus ativos no exterior como uma garantia de pagamento, assim como constituir um fundo garantidor com valores depositados em uma conta no exterior.

Veja nota da Anvisa:

Como Diretor-Presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, informo com grande satisfação que, após um período de análise de dezessete dias, a Gerência Geral de Medicamentos, da Segunda Diretoria, concedeu o primeiro registro de vacina contra a Covid 19, para uso amplo, nas Américas.

O imunizante do Laboratório Pfizer/Biontech teve sua segurança, qualidade e eficácia, aferidas e atestadas pela equipe técnica de servidores da Anvisa que prossegue no seu trabalho de proteger a saúde do cidadão brasileiro.

Esperamos que outras vacinas estejam em breve, sendo avaliadas e aprovadas.

Esse é o nosso compromisso.



Leia também: