Após acordo, greve dos ônibus é finalizada

Publicação: 2020-10-28 00:00:00
Chegou ao fim a greve dos ônibus urbanos em Natal. Após audiência realizada na manhã desta terça-feira (27), trabalhadores rodoviários e empresários do transporte público entraram em acordo a respeito do pagamento dos benefícios como vale alimentação e plano de saúde, o que motivou o fim do movimento grevista, iniciado na última sexta-feira (23).

Créditos: Alex Régis

Durante a audiência, os trabalhadores aceitaram a proposta lançada pela desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Maria do Perpétuo Socorro Wanderley de Castro, do pagamento de 50% do vale-alimentação (correspondente a R$ 157,50) e o valor integral do plano de saúde (R$ 100). A categoria pedia, no início da greve, o pagamento integral dos dois benefícios, suspensos desde maio, quando venceu o dissídio coletivo da categoria. 

O acordo firmado na manhã da terça é válido até dezembro. Em janeiro, ainda segundo o Sintro, está marcada nova audiência para discussão de outras demandas, tais como o retroativo dos benefícios (maio até outubro), reajuste salarial e sequência do pagamento do que foi acordado em outubro. 

Estiveram reunidos em audiência, além do Sintro, o Sindicato das Empresas de Transporte Urbanos de Passageiros do Município de Natal (Seturn), o Ministério Público do Trabalho do RN (MPT/RN) e a desembargadora Maria do Perpétuo Socorro Wanderley de Castro, que fez a moderação entre as partes desde o início das tratativas.

Agora, os ônibus da capital voltam a funcionar com a frota da pandemia, que era de 70% desde o acordo firmado entre Defensoria Pública e STTU em setembro. O percentual, de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores e Transportadores Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro/RN), que corresponde a 374 veículos.