Natal
Após publicação de decreto, regras de lockdown em cidade do interior do RN entram em vigor
Publicado: 07:41:00 - 12/05/2020 Atualizado: 17:25:33 - 13/05/2020
O município de Itaú, distante 309 quilômetros de Natal, oficializou regras mais rígidas para o período da quarentena. A TRIBUNA DO NORTE antecipou a decisão ontem e a publicação do decreto nº 029/2020 na edição desta terça-feira, 12, no Diário Oficial dos Municípios, disponibilizado no site da Federação dos Municípios do RN (Femurn) tornou a medida oficial. Com a regra, Itaú passa a ser o primeiro município do Rio Grande do Norte a adotar a medida. 

Divulgação
Funcionamento clandestino de uma casa de jogos motivou o bloqueio total

Funcionamento clandestino de uma casa de jogos motivou o bloqueio total


Leia Mais

De acordo com a publicação, o texto editado segue as recomendações das autoridades sanitárias do País e do Estado e considerou o aumento exponencial dos casos da Covid-19 em Itaú desde a última sexta-feira, 8. Segundo dados mais atualizados da Sesap, o município conta com 11 confirmações da doença e outras 88 pessoas estão em isolamento. 

Segundo o texto, o período de isolamento mais rígido tem validade até o dia 31 de maio e restringe o número de pessoas na rua, tanto com carro e motos. A publicação estipula que as pessoas comprovadamente infectadas ou com suspeita de contágio pela COVID-19 deverão permanecer em confinamento obrigatório. Caso haja desobediência da norma, a força policial poderá ser empregada. Pessoas do grupo de risco não deverão circular em espaços e vias públicas. 

Poderão circular pessoas em situações específicas, informando o que farão fora de suas residências nas barreiras sanitárias, como as que saem de casa por necessidade de deslocamento à unidades de saíde, trabalho em atividades essenciais e serviços de entregas, por exemplo. São dez excessões aceitas no documento.

Em entrevista à TRIBUNA DO NORTE nesta segunda-feira, o prefeito do município, Ciro Bezerra, afirmou que em casos de descumprimento, há uma multa prevista de R$ 150. Há ainda uma situação específica para as pessoas monitoradas pela prefeitura, que são cerca de 88, atualmente. "Se forem encontradas essas pessoas na rua, vai ter a condução coercitiva para um isolamento que a prefeitura fez no hospital Marcolino Bessa, um isolamento compulsório", comentou. 

A medida de adotar o isolamento total se deu após a execução de 30 testes em pessoas que violaram o distanciamento social em uma casa de jogos, que segundo o prefeito, estava funcionando de forma clandestina.






Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte