Após reação, Cruzeiro se preocupa com condições de jogo em Cuiabá

Publicação: 2020-10-01 09:08:00
A vitória por 3 a 0 sobre a Ponte Preta devolveu o ânimo ao Cruzeiro, que deixou a zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro, mas o time ainda está bem distante de ser alcançado. Por isso, o técnico Ney Franco já pensa no próximo compromisso, o duelo de sábado contra o Cuiabá, na Arena Pantanal, pela 13ª rodada.

O rival do Cruzeiro é o líder da segunda divisão nacional e ainda faz grande campanha como mandante, com quatro vitórias e dois empates em seis duelos. Ney Franco, assim, prevê um confronto difícil pela qualidade do adversário, mas também por causa das condições que o time deve encarar na Arena Pantanal, o que deve aumentar a exigência física sobre os seus jogadores.

Recentemente, a fumaça das queimadas no Pantanal puderam ser vistas no estádio, durante o jogo do Cuiabá contra o Oeste. E embora o duelo esteja marcado para as 22 horas, há a expectativa de que o confronto seja realizado sob temperatura elevada.

"A gente já tem um jogo dificílimo em Cuiabá. Além da qualidade técnica do adversário, que está liderando o campeonato, é uma cidade complicada para se jogar. Todas as equipes que jogam lá estão tendo problemas, principalmente na parte física. Em alguns momentos, o dia a dia da cidade, a questão das queimadas, a fumaça na cidade", disse Ney.

O confronto com o Cuiabá será o segundo consecutivo do Cruzeiro diante de uma equipe do G4 da Série B, pois a Ponte Preta também está entre os times que estão na zona de acesso. Por isso, Ney destacou a importância dos confrontos para avaliar o potencial da sua equipe.

"Na minha avaliação, esse é um jogo teste. Enfrentamos hoje o vice-líder e vamos enfrentar o líder na próxima rodada. Temos que jogar com a mesma competência que nós jogamos hoje para a gente tentar somar seis pontos em duas partidas, que vão nos colocar aos poucos em uma posição melhor na classificação", finalizou.

Com a vitória na noite de terça-feira, o Cruzeiro chegou aos 11 pontos, em 15º lugar na Série B. O time está a apenas um da zona de rebaixamento e a 8 do G4.

Estadão Conteúdo