Cookie Consent
Natal
Após vídeo viralizar, padre de Caicó admite excesso e pede desculpas
Publicado: 00:00:00 - 07/07/2022 Atualizado: 23:17:32 - 06/07/2022
Um momento de descontração e lazer entre um padre da região Seridó e amigos gerou polêmica nas redes sociais. Conhecido por promover leilões beneficentes no município de Florânia, o padre Gleiber Dantas, que está em Caicó, apareceu em um vídeo em que consome bebida alcoólica e fuma um cigarro enquanto cantam o sucesso Boate Azul (e faz trocadilho com nome de boate de Caicó). O vídeo foi registrado no domingo (3) e o padre admitiu que houve excesso. 

Reprodução
No vídeo, padre está de batina e acompanhado por algumas pessoas. Ele disse que cometeu excesso

No vídeo, padre está de batina e acompanhado por algumas pessoas. Ele disse que cometeu excesso


Natural de Caicó, padre Gleiber costuma utilizar batina durante todo o dia e, no momento do vídeo, registrado na Ilha de Sant'Ana, ele usava a vestimenta típica dos sacerdotes. Segundo ele, tanto o uso da batina quanto o cigarro são homenagens ao Monsenhor Walfredo Gurgel.

"Monsenhor Walfredo e eu, sendo descendentes da Mãe Dondon da Timbaúba dos Batistas, apreciamos um brinde entre amigos, com a Samanaú do nosso querido Dadá Costa. Como mamãe fuma, vez por outra acendo o meu cachimbo; na ocasião, um cigarro, para reportar-me ao nosso amado Monsenhor Walfredo, cuja batina uso a seu exemplo", explicou o padre.

Afirmando que sua forma de levar a vida é conhecida pela população de Caicó, padre Gleiber justificou que não almoçou no dia em que esteve na reunião com os amigos e, por isso, o efeito das doses de cachaça que consumiu foi mais acentuado. Porém, apesar do excesso que ele avaliou ter cometido, garantiu que não infringiu norma da Igreja Católica e que as pessoas que o julgam pelo vídeo não o conhecem.

"Pela manhã, quando eu acordei, antes de ver esse vídeo, eu mesmo já percebia que tinha havido um excesso. 'Tudo demais é veneno', já diz nosso ditado, seja no que for. Cada um de nós tem autocrítica e sabe quando não acerta. Depois da minha autocrítica, eu só quero a amizade das pessoas que fizerem críticas – justas ou injustas. É vivendo e aprendendo", disse o padre.

Sobre a música cantada no vídeo, o padre disse que Boate Azul se tornou um hino das pessoas que acompanhavam as festas em Florânia, após os leilões, e que cantaram relembrando esses momentos. O trocadilho com o nome da boate (que na música é Boate Azul e foi cantada como 'Sol e Lua') é referência a um estabelecimento de Caicó.

Lives

Com mais de 22 mil seguidores no Instagram, padre Gleiber Dantas ficou conhecido nacionalmente ao promover leilões em Florânia, no interior potiguar, com o objetivo de arrecadar dinheiro para a ampliação do santuário de Nossa Senhora das Graças, padroeira do município. Os leilões tinham, entre outros produtos, bolos e lasanhas, que chegaram a ser arrematados por R$ 500. 

O estilo irreverente chamou a atenção, assim como o fato do padre sempre utilizar bicicletas para se deslocar por Caicó, vestido com batina. "Quem me conhece sabe como eu levo a vida e falam o que estão falando nas redes sociais, com muito carinho", disse o padre, que chegou a limitar os comentários nas redes sociais até a terça-feira (5).

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte