Aprovados em concurso para professores do RN cobram convocação

Publicação: 2020-01-14 13:34:00
Os aprovados no concurso de 2015 para professor efetivo do Estado se reuniram na manhã desta terça-feira (14) na Governadoria para protestar contra a demora para a convocação dos cargos. O prazo de convocação, que tem validade de dois anos a partir da lista de aprovação, se encerra no próximo 8 de março e os professores temem o encerramento. O concurso tem 848 aprovados, e o Estado sinaliza convocar cerca de 400 nos próximos meses.
Créditos: CedidaProfessores foram à Governadoria para protestarProfessores foram à Governadoria para protestar

Professores foram à Governadoria para protestar

Segundo Roque Chianca, um dos aprovados, "o pedido está sendo feito agora porque se começar o ano letivo sem convocação, as nossas esperanças quase acabam". A principal insatisfação, além da demora, é o fato de professores temporários serem convocados constantemente pelo Estado, enquanto os futuros efetivos não são chamados. "Por que o Estado não pode convocar efetivos e convoca temporários?", questiona.

Ainda de acordo com Roque Chianca, o secretário estadual de Educação, Getúlio Marques, sinalizou duas datas em reunião com os aprovados e com representantes do sindicato da educação (Sinte) para a convocação, mas não foram concretizadas. As datas foram setembro e dezembro do ano passado.

Mais recentemente, a Secretaria Estadual de Planejamento e Finanças (Seplan) apresentou uma proposta ao Sinte de realizar a convocação de 400 professores, mas essa proposta foi rejeitada pela base. "Nós não queremos nenhum professor a menos", defende Chianca.

Nesta terça-feira, os manifestantes tentam se reunir com o secretário titular da Seplan, Aldemir Freire, e com a secretária de Administração, Virgínia Ferreira, para pressionar a convocação.