Arena inicia projeto social

Publicação: 2013-09-19 00:00:00
A Arena das Dunas, OAS Arenas, a Plan Brasil, Amsterdam Arena/Arena do Brasil, AkzoNobel, VSO e Randstad, firmaram parceria para início imediato do projeto “Gols para uma vida melhor, dando oportunidade a jovens em risco”, iniciativa de inclusão social que irá treinar e capacitar jovens carentes da cidade de Natal para atuarem como orientadores e apoio do novo estádio.

O Arena será o primeiro equipamento da OAS Arenas a receber um projeto social com parceria internacional. Na  Escola de Produtividade do canteiro de obras será montado o centro temporário de formação profissional para aplicação, habilidades e treinamentos que serão acrescentados ao currículo para os futuros prestadores de serviço do estádio.

O processo de seleção junto às comunidades e que vai garantir a participação de 150 jovens carentes no programa de treinamento começa ainda esta semana. A capacitação será ministrada por profissionais internacionais com o objetivo de ensinar aos futuros orientadores toda a dinâmica de trabalho dentro do estádio em partidas de futebol, megaeventos, shows, espetáculos, entre outros.

“É uma satisfação poder integrar esses jovens ao mercado de trabalho e transformar efetivamente a  realidade social do entorno. A parceria com empresas atuantes no mercado mundial também será um diferencial em qualidade na capacitação dos recrutados, futuros colaboradores na Arena das Dunas”, destaca Carlos Eduardo Paes Barreto, Diretor Superintendente da OAS Arenas.

Para Charles Maia, presidente da Arena das Dunas, é de extrema importância que esse projeto tenha início em Natal/RN. “É gratificante fazer parte da mudança de vida desses jovens e observar que através de qualificação e treinamento todos eles poderão mudar de vida. Através dessa formação poderão exercer na sociedade seu papel de cidadão. Esse legado não tem preço”, afirma o presidente que ainda ressalta que os jovens selecionados serão de comunidades carentes.

“A iniciativa da Arena da Dunas é de extrema importância, não apenas pelo fator educacional, mas principalmente pela oportunidade dada aos menos favorecidos de ser parte de um dos maiores eventos desportivos internacionais”, diz Henk Markerink , executivo da Amsterdam Arena/Arena do Brasil .