Argentina anuncia diminuição da nuvem de gafanhotos próxima ao Brasil

Publicação: 2020-06-29 16:25:00
A+ A-
A Argentina anunciou uma diminuição da população de gafanhotos na província de Corrientes, que fica na fronteira com Brasil e Uruguai. Segundo o Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar da Argentina (Senasa), a nuvem atualmente está localizada 55 quilômetros a oeste de Curuzú Cuatiá, cidade a aproximadamente 180 quilômetros de distância do município de Barra do Quaraí, no Rio Grande do Sul.

Créditos: Reprodução/GobDeCordobaa baixa temperatura contribuiu para o deslocamento dos insetosa baixa temperatura contribuiu para o deslocamento dos insetos

As autoridades argentinas informaram que os resultados deste sábado, 27, se deram após ações aéreas realizadas pela província de Corrientes. Além disso, a baixa temperatura contribuiu para o deslocamento dos insetos, monitorado de perto por uma equipe de especialistas da Senasa.

Neste domingo, 28, o órgão e a província deram prosseguimento às ações conjuntas para controlar a nuvem de gafanhotos. Dessa vez, porém, as medidas foram terrestres.

A queda acentuada das temperaturas, somada à previsão de chuvas, também pode beneficiar o Brasil, ao evitar que a nuvem de gafanhotos entre no País. Na última quinta-feira, 25, o Ministério da Agricultura declarou estado de emergência fitossanitária no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, por risco de surto da praga.

Procurado pela reportagem, o ministério ainda não se pronunciou sobre o anúncio das autoridades argentinas.

Estadão Conteúdo