Arquidiocese arrecada doações para Touros

Publicação: 2018-07-11 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A Arquidiocese de Natal está arrecadando doações de mantimentos para as famílias do município de Touros, a 85 quilômetros de Natal, castigadas com enchentes. As chuvas continuam no município, que está em estado de emergência desde a segunda-feira(9). Inicialmente, 265 pessoas tiveram que deixar suas casas, de forma preventiva ou definitiva. Nesta terça-feira (10), mais 20 famílias, de moradores da comunidade Praia de Cajueiro, ficaram desabrigadas, de acordo com a Defesa Civil Municipal.

Mais de duzentas pessoas tiveram que abandonas suas casa após alagamento no município
Mais de duzentas pessoas tiveram que abandonas suas casa após alagamento no município

As doações para as famílias afetadas com a enchente podem ser entregues na Catedral Metropolitana de Natal, localizada na avenida Floriano Peixoto, na Cidade Alta, na sala da coordenação arquidiocesana de pastoral, no horário das 08h às 12h e das 13h às 17h, de segunda a sexta. A orientação é para que as pessoas doem de colchonetes, lençóis, água a alimentos não perecíveis, que serão destinados às familias atingidas.

A expectativa da Defesa Civil é que a chuva dê trégua nos próximos dias. “Os serviços de meteorologia indicam que a frente fria está passando pelo local e, logo, as chuvas devem parar”, informou o órgão. No entanto, segundo as previsões meteorológicas da Emparn a tendência é de que as chuvas persistam, com menos intensidade. Até o momento, de acordo o chefe do Setor de Meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot, choveu em torno de 300 milímetros na região de Touros, quando a média é 190 mm. 

Segundo informou Gilmar Bristot, em entrevista ao RN 2ª edição da rede Inter TV, “o normal é chover, mas a anormalidade é a grande concentração em um curto espaço de tempo”. 

A Defesa Civil também informou que os locais afetados são áreas de antigas lagoas, ocupadas por obras de conjuntos habitacionais. Os bairros mais afetados com enchentes foram o Frei Damião, Conjunto Calcanhar, Portal de Touros e Comunidade Praia do Cajueiro. Ainda não se sabe exatamente quantas casas foram afetadas. Para que a Defesa Civil faça esse levantamento, é preciso que as águas baixem.

Em virtude dos alagamentos, a prefeitura municipal  já solicitou auxílio financeiro à União, por meio do Ministério da Integração Nacional. De acordo com informações do Gabinete Civil do Estado, pelo menos 4.300 pessoas foram afetadas direta ou indiretamente pelas enchentes, sendo que 210 estão desalojadas e 75 desabrigadas. O órgão informou que as famílias foram retiradas e levadas para casas de parentes ou amigos. Não houve morte registrada, somente dano material. Em caso de emergência e situações de desastre, os moradores podem solicitar ajuda por meio dos telefones: (84) 3232-5153, (84) 3232-5155 ou pelo 190.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários