Arquidiocese suspende procissões e ritos da Semana Santa serão com portas fechadas

Publicação: 2020-03-26 18:33:00
A+ A-
Com a pandemia do coronavírus, os ritos da Semana Santa serão celebradas apenas na Catedral Metropolitana de Natal e nas igrejas matrizes de cada paróquia sem a participação de fiéis e com as portas fechadas. A decisão da Arquidiocese de Natal foi publicada nesta quinta-feira (26), junto com uma série de orientações do arcebispo metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha.

A suspensão da participação de fiéis nas missas começou no dia 19 de março por decreto da Arquidiocese. Com isso, as celebrações vêm sendo transmitidas por meios de comunicação, como rádio e televisão, além das páginas no Facebook das paróquias.
Créditos: Vinícius Menna/CelularCelebrações devem ser transmitidas por meios de comunicaçãoCelebrações devem ser transmitidas por meios de comunicação

Com a suspensão da participação dos fiéis, o Domingo de Ramos será celebrado na catedral e igrejas matrizes; a Missa do Crisma será adiada; a Quinta-feira Santa será celebrada a portas fechadas, com a cerimônia do lava-pés omitido e sem a procissão do Santíssimo Sacramento.

Já a Sexta-feira Santa também serpa celebrada sem a participação dos fiéis e o rito de Adoração da Cruz, mediante o beijo, vai ser restrito ao presidente da celebração. Durante a Oração Universal, será acrescentado a intenção "Pelas vítimas da pandemia".

Durante a Vigília Pascal não vai acontecer o acender e bênção do fogo e a procissão e o círio será aceso de modo simples. "Aqueles que não podem de modo nenhum unir-se à Vigília Pascal celebrada na igreja, rezam o Ofício das Leituras indicado para o Domingo de Páscoa", diz a Arquidiocese.







Deixe seu comentário!

Comentários