Arsenal é apreendido na Baixa da Coruja

Publicação: 2017-07-15 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Ação conjunta da Polícia Militar do Rio Grande do Norte e Ministério Público do Rio Grande do Norte, através do Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco),  deflagrada ontem (14) resultou na prisão de um chefe de uma facção criminosa e na apreensão de uma pistola, de drogas e de explosivos. Um homem ainda não identificado morreu ao reagir à prisão e trocar tiros com os policiais militares.

Policiais do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicleta (Rocam) e do Batalhão de Operações Especiais (Bope) fizeram uma incursão na ‘Baixa da Coruja’, comunidade localizada no Jardim Lola, na cidade de São Gonçalo do Amarante. A operação teve apoio do Gaeco, que recebeu informações por meio do serviço de disque-denúncia e, após confirmar o que havia sido delatado, articulou a ação juntamente com a PM.

Em incursão na ‘Baixa da Coruja’, policiais apreenderam armas e materiais para fabricar explosivos
Em incursão na ‘Baixa da Coruja’, policiais apreenderam armas e materiais para fabricar explosivos

Nesta operação, foram apreendidos uma pistola modelo 24/7 municiada, pertencente à Polícia Civil da Paraíba, explosivos que deveriam ser usados na detonação de caixas eletrônicos, além de fardamentos camuflados. Quatro pessoas foram presas, entre elas, o foragido da Justiça Gustavo Inácio de Lima. Um suspeito ainda não identificado acabou morto ao entrar em confronto com os policiais.

Segundo o comandante do BPChoque, Coronel Rodrigo Trigueiro, bandidos estariam se apropriando de imóveis aparentemente abandonados para armazenar materiais que são utilizados em ações criminosas. "Eles costumam guardar armas, munições, explosivos e drogas", explica o coronel. Na ação da tarde de hoje, os policiais apreenderam cordéis detonantes e bases para a fabricação dos explosivos. Vários imóveis da comunidade foram vasculhados pela Polícia Militar, mas a quantidade exata não foi precisada pelo comando do BPChoque.

Ainda durante os trabalhos de busca, um suspeito que se deparou com a operação em curso atirou contra os policiais, que revidaram e conseguiram atingi-lo. "O indivíduo estava armado com uma pistola e trocou tiros com alguns dos policiais. Ele foi ferido e levado ao Hospital Walfredo Gurgel", afirma Coronel Trigueiro.

As quatro pessoas detidas em um dos imóveis, que não tiveram as identificações confirmadas, afirmaram aos policiais que não sabiam do que se tratava o material e nem para quem estariam servindo. Elas foram encaminhadas à Delegacia de Plantão da Zona Norte para os procedimentos cabíveis.

Serviço
O Ministério Público do Rio Grande do Norte comunica que caso algum cidadão tenha informação que possa levar à prisão de criminosos, colabore com as autoridades ligando para o telefone do Gaeco: (84) 3606-8082. A identidade do informante será preservada.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários